Profissionais: 5875
Prontuários: 245118

Esqueceu a senha? Cadastro da senha

Portal Saude Direta - Busca Palavra

BUSCA POR PALAVRA

POSTAGENS ANTERIORES

TAGS CLOUD

Protocolos - Algoritmos - Diretrizes - Fluxogramas

Baixar o Adobe Acrobat Reader
Para visualizar os conteúdos abaixo é necessário ter o Adobe Acrobat Reader instalado.

Advertência: Estes artigos e resumos são protegidos pela Lei de Direitos Autorais (Lei 9.610/98), sendo vedada a sua transcrição sem citação da fonte e a sua reprodução com finalidades comerciais sem autorização dos autores.

Litíase Urinária em Crianças: Tratamento Intervencionista.

Sociedade Brasileira de Urologia.
Projeto Diretrizes - Associação Médica Brasileira e Conselho Federal de Medicina.
Número: 1973 / Publicado em 09/03/2012 - 20:08

Os objetivos são fornecer atualização do tratamento da litíase urinária nas crianças, ressaltando o papel da litotripsia extracorpórea, dos procedimentos endourológicos (litotripsia transureteroscópica e transnefroscópica) e da cirurgia aberta, bem como as indicações, contra-indicações e possíveis complicações de cada método.

Abrir arquivo em PDF

Espasticidade: Tratamento por Meio de Medicina Física.

Associação Brasileira de Medicina Física e Reabilitação
Projeto Diretrizes - Associação Médica Brasileira e Conselho Federal de Medicina
Número: 1972 / Publicado em 09/03/2012 - 20:03

A espasticidade é uma manifestação clínica, decorrente da perda do servo mecanismo de controle do ato motor, levando a graus variados de dependência nas atividades da vida diária e prática. A espasticidade somente deve ser tratada quando for uma condição debilitante.

Abrir arquivo em PDF

Cervicalgia: Diagnóstico na Atenção Primária à Saúde

Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade, Associação Brasileira de Medicina Física e Reabilitação, Sociedade Brasileira de Neurocirurgia.
Projeto Diretrizes - Associação Médica Brasileira e Conselho Federal de Medicina.
Número: 1971 / Publicado em 09/03/2012 - 19:39

A compressão de raízes nervosas, conforme a altura, pode desenvolver quadros sindrômicos floridos, que muitas vezes dificultam o diagnóstico.

Abrir arquivo em PDF

Anestesia Venosa Total em Cirurgia Cardíaca

Sociedade Brasileira de Anestesiologia.
Projeto Diretrizes - Associação Médica Brasileira e Conselho Federal de Medicina.
Número: 1970 / Publicado em 09/03/2012 - 19:28

A anestesia venosa total (AVT) é uma técnica de anestesia geral que utiliza fármacos administrados unicamente por via endovenosa. Ela se distingue da anestesia inalatória e/ou balanceada (AI) pela ausência total de qualquer agente inalatório, inclusive de óxido nitroso. A popularização da AVT vem ocorrendo, em parte, devido ao desenvolvimento de fármacos modernos com propriedades farmacocinéticas e farmacodinâmicas, que permitem sua utilização em infusão contínua. Além disso, novos conceitos de modelos farmacocinéticos compartimentais e o desenvolvimento de sistemas computadorizados para administração das drogas facilitaram o controle infusional desses anestésicos.

Abrir arquivo em PDF

Sangramento Uterino Disfuncional em Mulheres Usuárias de Contraceptivos de Progestagênio: Tratamento

Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia
Projeto Diretrizes - Associação Médica Brasileira e Conselho Federal de Medicina.
Número: 1969 / Publicado em 09/03/2012 - 19:22

A principal razão para a descontinuação do uso de contraceptivos hormonais, tanto para os combinados orais quanto os injetáveis ou mesmo para os métodos compostos apenas pelo progestagênio isolado, é o sangramento não programado (irregular) do endométrio.

Abrir arquivo em PDF

Baixa Estatura por Deficiência do Hormônio de Crescimento: Tratamento

Sociedade Brasileira de Pediatria e Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia.
Projeto Diretrizes - Associação Médica Brasileira e Conselho Federal de Medicina.
Número: 1968 / Publicado em 09/03/2012 - 19:16

A deficiência de hormônio de crescimento (DGH) é caracterizada por uma combinação de anormalidades antropométricas, clínicas, bioquímicas e metabólicas, causadas, diretamente, pela secreção deficiente de hormônio de crescimento (GH) e, indiretamente, pela redução na geração de hormônios e fatores de crescimento GH dependentes, que são corrigidas pela adequada reposição com GH recombinante humano (hGH).

Abrir arquivo em PDF

Tratamentos Estéticos e Cuidados dos Cabelos: uma Visão Médica (Parte 1)

Leonardo Spagnol Abraham, Andreia Mateus Moreira, Larissa Hanauer de Moura, Maria Fernanda Reis Gavazzoni Dias, Flávia Alvim Sant’Anna Addor
Surgical & Cosmetic Dermatology 2009;1(3):130-136
Número: 1967 / Publicado em 09/03/2012 - 10:57

Dúvidas sobre a ação dos cosméticos capilares sobre a saúde do corpo e dos cabelos são cada vez mais frequentes nas consultas dermatológicas. Os médicos dermatologistas necessitam enriquecer o conhecimento a respeito, não somente, das doenças do couro cabeludo, como também das interações moleculares dos cosméticos usados na fibra capilar, incluindo a influência de tais produtos quando absorvidos pelo epitélio do couro cabeludo. A cada dia, aumentam as consultas médicas para esclarecimento de quais técnicas e produtos químicos são mais indicados para permitir que os cabelos sofram as alterações desejadas de seu aspecto natural e, ao mesmo tempo, mantenham-se saudáveis e belos. Neste artigo, dividido em duas partes, abordamos a fisiologia dos cabelos, sua estrutura e natureza química, os agentes usados para seu alisamento, sua coloração, higiene e seu tratamento estético e as consequências que tais procedimentos podem ter na saúde em geral, incluindo sua segurança no uso durante a gravidez e lactação.

Abrir arquivo em PDF

Tratamentos Estéticos e Cuidados dos Cabelos: uma Visão Médica (Parte 2)

Leonardo Spagnol Abraham, Andreia Mateus Moreira, Larissa Hanauer de Moura, Maria Fernanda Reis Gavazzoni Dias, Flávia Alvim Sant’Anna Addor
Surgical & Cosmetic Dermatology 2009;1(4):178-185
Número: 1966 / Publicado em 09/03/2012 - 10:50

Neste artigo, os autores complementam o primeiro trabalho sobre a pesquisa dermatológica dos tratamentos estéticos capilares. O alisamento capilar definitivo com os principais alisantes legalizados – hidróxidos de sódio e lítio, hidróxido de guanidina e tioglicolato de amônio –, suas diferenças, mecanismos de ação, indicações e segurança para a saúde são aqui abordados. O artigo ainda discute sobre o uso ilegal e indiscriminado de produtos do grupo dos aldeídos (formaldeído e glutaraldeído) nos salões de cabeleireiro no Brasil, suas implicações legais e em saúde pública, sua carcinogenicidade e a identificação dos referidos registros junto à ANVISA. Também são estudados os xampus e agentes condicionadores indicados para tratamento da haste capilar. Ao final, são discutidas as implicações dos tratamentos capilares em geral, para a saúde do fio e do couro cabeludo.

Abrir arquivo em PDF

Atualização no Tatamento de Hiperidrose Axilar

Gabriel Teixeiro Gontijo, Gustavo Vieira Gualberto, Natália Augusta Brito Madureira
Surg Cosmet Dermatol 2011;3(2):147-51
Número: 1965 / Publicado em 09/03/2012 - 10:40

Hiperidrose axilar é problema comum que pode afetar a vida profissional e social. A história clínica e o exame físico são ferramentas importantes na avaliação da gravidade e para indicação da terapia mais apropriada para cada caso. Existem vários tratamentos, incluindo terapia tópica e sistêmica, iontoforese, toxina botulínica e procedimentos cirúrgicos. Os autores apresentam revisão das opções terapêuticas mais importantes.

Abrir arquivo em PDF

Detecção de Melanomas Pequenos

Sergio Yamada, Mauricio Mendonça do Nascimento, Sergio Henrique Hirata
Surg Cosmet Dermatol 2011;3(4):365-7
Número: 1964 / Publicado em 09/03/2012 - 10:33

Relatamos 4 casos clínicos de melanomas pequenos detectados pela dermatoscopia associada aos dados clínicos e à fotografia corporal total com monitoramento sistemático. Nos melanomas pequenos nem sempre os achados dermatoscópicos isoladamente, são suficientes para a correta indicação da biópsia excisional para exame anátomo-patológico.

Abrir arquivo em PDF

Footer - v1.3
Atualizado em
04/02/2016
Saude-Direta-Facebook Saude-Direta-LinkedIN Saude-Direta-Twitter