Profissionais: 5753
Prontuários: 232069

Esqueceu a senha? Cadastro da senha

Portal Saude Direta - Busca Palavra

BUSCA POR PALAVRA

POSTAGENS ANTERIORES

TAGS CLOUD

Protocolos - Algoritmos - Diretrizes - Fluxogramas

Baixar o Adobe Acrobat Reader
Para visualizar os conteúdos abaixo é necessário ter o Adobe Acrobat Reader instalado.

Advertência: Estes artigos e resumos são protegidos pela Lei de Direitos Autorais (Lei 9.610/98), sendo vedada a sua transcrição sem citação da fonte e a sua reprodução com finalidades comerciais sem autorização dos autores.

Manual de Normas e Condutas da Maternidade Escola Santa Mônica.

Fundação Universitária de Ciências da Saúde de Alagoas.
Estado de Alagoas - 2004.
Número: 1434 / Publicado em 18/03/2012 - 18:58

Este manual foi elaborado tendo como modelo o Manual de Residência Médica do Hospital Maternidade Leonor Mendes de Barros da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, cuja edição foi coordenada pelo Prof. Dr. Coríntio Mariani Neto e Prof. Dr. Valdir Tadini. Atualizamos e complementamos alguns capítulos já existentes, adicionamos outros e adaptamos certas condutas à nossa realizade. Selecionamos os principais temas do nosso exercício profissional com um esfoque prático e objetivo, enfatizando o diagnóstico e tratamento, para servir de orientação básica aos profissionais que aqui trabalham.

Abrir arquivo em PDF

Triagem de Síndrome Coronariana Aguda na Sala de Emergência.

Mariana Vargas Furtado, Carisi Anne Polanczyk.
Revista da Sociedade de Cardiologia do Rio Grande do Sul - Ano XV nº 07 Jan/Fev/Mar/Abr 2006
Número: 1433 / Publicado em 22/06/2012 - 08:40

A dor torácica é um sintoma comum nos serviços de emergência, responsável por aproximadamente 7-9% dos atendimentos clínicos. Representa um desafio para o médico pela ampla diversidade de agentes etiológicos possíveis e está associado com elevado custo para a sociedade. Sabe-se que a maioria dos pacientes apresenta uma etiologia não cardíaca para dor torácica, com um curso relativamente benigno. Entretanto, cerca de 30-40% destes pacientes estão desenvolvendo um quadro de insuficiência coronariana aguda e é este grupo de pacientes que buscamos identificar.

Abrir arquivo em PDF

Protocolo de Dor Torácica.

Departamento de Clínica Médica - Disciplina de Cardiologia.
Universidade Federal do Paraná - 2010
Número: 1432 / Publicado em 18/03/2012 - 19:00

A dor torácica é um dos problemas mais comuns na clínica médica, e uma das causas mais prevalentes de internação. Ocorrem 3 a 6 milhões de atendimentos por ano por dor no peito em serviços de emergência nos EUA.

Abrir arquivo em PDF

Algoritmo de Dor Torácica.

Crystian Josué Tholl, Maíra Melissa Meira.
Núcleo de Educação em Urgências - Santa Catarina - Brasil
Número: 1431 / Publicado em 22/06/2012 - 08:42

Algoritmo de Dor torácica, diagnósticos diferenciais e com condutas de atendimento.

Abrir arquivo em PDF

Síndrome SAPHO: Entidade Rara ou Subdiagnosticada?

Jozephina Gonçalves Guerra, Francisco Ayres Corrêa Lima, Lúcia Maria Gonçalves Macedo, Arthemízio Antônio Lopes Rocha, João Luiz Fernandes.
Radiol Bras vol.38 no.4 São Paulo July/Aug. 2005
Número: 1430 / Publicado em 22/06/2012 - 08:43

A manifestação clínica inicial de todos os pacientes foi dor na parede torácica ântero-superior há pelo menos quatro meses. Todos apresentavam achados de imagem de processo inflamatório e/ou osteíte e hiperostose nas articulações da parede torácica ântero-superior. As alterações cutâneas da síndrome, tipo pustulose palmoplantar, estiveram presentes em cinco dos seis pacientes. Em nenhum dos seis casos o diagnóstico foi sugerido na consulta clínica inicial ou na primeira interpretação das imagens feita por radiologistas não especialistas em sistema músculo-esquelético. Os nossos achados estão de acordo com os descritos na literatura, devendo ser considerado este diagnóstico em todo paciente que apresente quadro doloroso de parede torácica acompanhado de manifestações dermatológicas e/ou osteíte.

Abrir arquivo em PDF

Tabela de Conteúdo de Colina nos Alimentos.

Sílvia Cozzolino.
Biodisponibilidade de Nutrientes - Editora Manole.
Número: 1429 / Publicado em 22/06/2012 - 08:46

Colina é um composto orgânico, um micronutriente essencial solúvel em águaque faz parte do complexo B de vitaminas, é produzida nos tecidos biológicos dos animais, onde ocorre na sua forma livre. Atua no metabolismo de proteínas e lipídeos como doador de grupos metílicos, sendo cofator no metabolismo de lipídios, onde promove o seu transporte e utilização, sob as formas de lecitina e lipoproteínas.

Abrir arquivo em PDF

Tabela de Conteúdo de Vitamina B12 (Cobalamina) nos Alimentos.

Sílvia Cozzolino.
Biodisponibilidade de Nutrientes - Editora Manole.
Número: 1428 / Publicado em 22/06/2012 - 08:48

A vitamina B12 refere-se a um grupo de corrinóides que contêm cobalto, conhecidos como cobalamina. É também chamada factor anti anemia perniciosa, factor extrínseco de Castle e factor de proteína animal. As cobalaminas principais nos seres humanos e animais são as hidroxocobalaminas, adenosilcobalaminas e metilcobalaminas, sendo as duas últimas as formas coenzimáticas activas. A cianocobalamina, uma forma sintética de vitamina B12 e que é largamente usada clinicamente devido à sua disponibilidade e estabilidade, é transformada nos factores activos no corpo.

Abrir arquivo em PDF

Tabela de Conteúdo de Vitamina B6 (Piridoxina) nos Alimentos.

Sílvia Cozzolino.
Biodisponibilidade de Nutrientes - Editora Manole.
Número: 1427 / Publicado em 22/06/2012 - 08:48

A niacina, também conhecida como vitamina B3, vitamina PP ou ácido nicotínico, é uma vitamina hidrossolúvel cujos derivados (NAD+, NADH, NADP+ e NADPH) desempenham importante papel no metabolismo energético celular e na reparação do DNA. A designação "vitamina B3" também inclui a amida correspondente, a nicotinamida, ou niacinamida. Outras funções da niacina incluem remover substâncias químicas tóxicas do corpo e auxiliar a produção de hormônios esteróides pelas glândulas supra-renais, como os hormônios sexuais e os relacionados ao estresse.

Abrir arquivo em PDF

Tabela de Conteúdo de Vitamina B3 (Niacina) nos Alimentos.

Sílvia Cozzolino.
Biodisponibilidade de Nutrientes - Editora Manole.
Número: 1426 / Publicado em 22/06/2012 - 08:49

A niacina, também conhecida como vitamina B3, vitamina PP ou ácido nicotínico, é uma vitamina hidrossolúvel cujos derivados (NAD+, NADH, NADP+ e NADPH) desempenham importante papel no metabolismo energético celular e na reparação do DNA. A designação "vitamina B3" também inclui a amida correspondente, a nicotinamida, ou niacinamida. Outras funções da niacina incluem remover substâncias químicas tóxicas do corpo e auxiliar a produção de hormônios esteróides pelas glândulas supra-renais, como os hormônios sexuais e os relacionados ao estresse.

Abrir arquivo em PDF

Tabela de Conteúdo de Vitamina B1 (Tiamina) nos Alimentos.

Sílvia Cozzolino.
Biodisponibilidade de Nutrientes - Editora Manole.
Número: 1425 / Publicado em 22/06/2012 - 08:50

Tiamina; factor anti-beribéri; aneurina; factor anti-neurítico.

Abrir arquivo em PDF

Footer - v1.3
Atualizado em
04/02/2016
Saude-Direta-Facebook Saude-Direta-LinkedIN Saude-Direta-Twitter