Profissionais: 5757
Prontuários: 232267

Esqueceu a senha? Cadastro da senha

Portal Saude Direta - Busca Palavra

BUSCA POR PALAVRA

POSTAGENS ANTERIORES

TAGS CLOUD

Protocolos - Algoritmos - Diretrizes - Fluxogramas

Baixar o Adobe Acrobat Reader
Para visualizar os conteúdos abaixo é necessário ter o Adobe Acrobat Reader instalado.

Advertência: Estes artigos e resumos são protegidos pela Lei de Direitos Autorais (Lei 9.610/98), sendo vedada a sua transcrição sem citação da fonte e a sua reprodução com finalidades comerciais sem autorização dos autores.

Protocolo de Manejo da Asma

Clínica Médica
Faculdade de Medicina de Botucatu - 2011
Número: 1829 / Publicado em 04/02/2012 - 21:31

Asma é uma doença inflamatória crônica caracterizada por hiperresponsividade das vias aéreas inferiores e por limitação variável ao fluxo aéreo, reversível espontaneamente ou com tratamento.

Abrir arquivo em PDF

II Diretriz de Avaliação Perioperatória da Sociedade Brasileira de Cardiologia

Gualandro DM, Yu PC, Calderaro D, Marques AC, Pinho C, Caramelli B, et al.
Arq Bras Cardiol 2011; 96(3 supl.1): 1-68.
Número: 1828 / Publicado em 04/02/2012 - 21:27

A coleta da história clínica é o primeiro ato na avaliação perioperatória. A anamnese realizada com o próprio paciente ou com seus familiares pode trazer à luz informações de condições clínicas determinantes na estimativa do risco cirúrgico. Os algoritmos de avaliação de risco perioperatório utilizam os dados obtidos através da história e do exame físico. O estudo dos registros médicos em prontuários e de fichas anestésicas é útil para resgatar informações prévias.

Abrir arquivo em PDF

Avaliação e Tratamento do Doente com Acne – Parte II: Tratamento Tópico, Sistémico e Cirúrgico, Tratamento da Acne na Grávida, Algoritmo Terapêutico.

Portuguese Acne Advisory Board (PAAB)
Rev Port Clin Geral 2011;27:66-76
Número: 1827 / Publicado em 04/02/2012 - 21:20

Nesta Parte II discute-se a abordagem terapêutica – tópica e sistémica – em cada forma clínica de acne, dando particular ênfase aos retinóides e aos antimicrobianos, e salientam-se as estratégias a adoptar para limitar a crescente resistência bacteriana aos antibióticos. Referem-se as indicações específicas para terapêutica hormonal e analisam-se as particularidades do tratamento da acne na grávida e lactante. Descrevem-se algumas técnicas para correcção das cicatrizes da acne. Por último, publica-se um algoritmo que pretende ilustrar a classificação da acne e definir, para cada tipo clínico, a abordagem terapêutica consensualmente recomendada.

Abrir arquivo em PDF

Diabetes Gestacional: um Algoritmo de Tratamento Multidisciplinar - Revisão

Weinert, Letícia Schwerz et al.
Arq Bras Endocrinol Metab vol.55 no.7 São Paulo Oct. 2011
Número: 1826 / Publicado em 20/06/2012 - 08:49

O tratamento do diabetes gestacional é importante para evitar a morbimortalidade materno-fetal. O objetivo deste artigo é descrever o tratamento atualmente disponível para o manejo otimizado da hiperglicemia na gestação e sugerir um algoritmo de tratamento multidisciplinar.

Abrir arquivo em PDF

Algoritmo para o Tratamento do Diabetes Tipo II - Atualização 2011

Grupo de Educação e Controle do Diabetes do Centro Integrado de Hipertensão e Metabologia Cardiovascular do Hospital do Rim e Hipertensão da Universidade Federal de São Paulo – UNIFESP.
Sociedade Brasileira de Diabetes - 2011
Número: 1823 / Publicado em 18/03/2012 - 16:17

Na prática, poucos médicos dependem de diretrizes e algoritmos de tratamento para suas decisões terapêuticas. Os cuidados com as pessoas com diabetes devem ser individualizados em consonância com abordagens mais específicas que incluem educação do paciente, probabilidade de aderência, efeitos colaterais e custos dos tratamentos prescritos, entre outros.

Abrir arquivo em PDF

Guia Prático de Tratamento da Malária no Brasil.

Coordenação-Geral do Programa Nacional de Controle da Malária
Ministério da Saúde, 2010
Número: 1822 / Publicado em 18/03/2012 - 16:14

O quadro epidemiológico da malária no Brasil é preocupante nos dias atuais. Embora em declínio, o número absoluto de casos no ano de 2008 ainda foi superior a 300.000 pacientes em todo o país. Desses, 99,9% foram transmitidos nos Estados da Amazônia Legal, sendo o Plasmodium vivax a espécie causadora de quase 90% dos casos. No entanto, a transmissão do P. falciparum, sabidamente responsável pela forma grave e letal da doença, tem apresentado redução importante nos últimos anos. Além disso, a frequência de internações por malária no Brasil também vem mostrando declínio, ficando em 1,3% no ano de 2008, enquanto em 2003 era de 2,6%.

Abrir arquivo em PDF

Tratamento da Depressão

Fábio Gomes de Matos e Souza
Depressão - vol. 21 - maio 1999
Número: 1821 / Publicado em 18/03/2012 - 16:13

O moderno tratamento da depressão apresenta uma gama de opções que permitirá uma flexibilidade ao psiquiatra clínico, no sentido de adequar para cada paciente a melhor abordagem terapêutica. Esta revisão discutirá os pontos mais importantes da terapia antidepressiva, adotando a forma de perguntas e respostas.

Abrir arquivo em PDF

Controle do Câncer de Mama - Consenso na Íntegra

Instituto Nacional de Câncer (INCA)
Ministério da Saúde, 2004
Número: 1820 / Publicado em 04/02/2012 - 20:22

A Organização Mundial da Saúde estima que, por ano, ocorram mais de 1.050.000 casos novos de câncer de mama em todo o mundo, o que o torna o câncer mais comum entre as mulheres. No Brasil, não tem sido diferente. Informações processadas pelos Registros de Câncer de Base Populacional, disponíveis para 16 cidades brasileiras, mostram que na década de 90, este foi o câncer mais freqüente no país. As maiores taxas de incidência foram observadas em São Paulo, no Distrito Federal e em Porto Alegre.

Abrir arquivo em PDF

Orientações para o Tratamento de Infecções Sexualmente Transmissíveis.

OMS
Organização Mundial de Saúde 2001, Genebra, Suíça
Número: 1819 / Publicado em 18/03/2012 - 16:16

As infecções sexualmente transmissíveis (IST) encontram-se entre as causas mais comuns de doença no mundo e têm, em muitos países, vastas consequências de natureza sanitária, social e económica.

Abrir arquivo em PDF

Sou um Adicto?

Narcóticos Anônimos (Texto Básico, página 16)
Narcotics Anonymous World Services, Inc.
Número: 1818 / Publicado em 18/03/2012 - 16:09

As perguntas que se seguem foram escritas por adictos em recuperação em Narcóticos Anônimos. Se você tem alguma dúvida quanto a ser ou não um adicto, dedique alguns momentos à leitura das perguntas abaixo e responda‐as o mais honestamente possível.

Abrir arquivo em PDF

Footer - v1.3
Atualizado em
04/02/2016
Saude-Direta-Facebook Saude-Direta-LinkedIN Saude-Direta-Twitter