Profissionais: 5632
Prontuários: 218668

Esqueceu a senha? Cadastro da senha

Portal Saude Direta - Busca Palavra

BUSCA POR PALAVRA

POSTAGENS ANTERIORES

TAGS CLOUD

Protocolos - Algoritmos - Diretrizes - Fluxogramas

Baixar o Adobe Acrobat Reader
Para visualizar os conteúdos abaixo é necessário ter o Adobe Acrobat Reader instalado.

Advertência: Estes artigos e resumos são protegidos pela Lei de Direitos Autorais (Lei 9.610/98), sendo vedada a sua transcrição sem citação da fonte e a sua reprodução com finalidades comerciais sem autorização dos autores.

Fluxograma para o Tratamento das Fraturas do Colo Femoral.

Consenso no Tratamento das Fraturas do Colo Femoral.
Sociedade Brasileira de Quadril - 2004.
Número: 1768 / Publicado em 18/03/2012 - 13:30

A fratura do colo femoral é uma fratura que apresenta um elevado índice de mortalidade e morbidade, os resultados do tratamento são extremamente dependentes de uma técnica cirúrgica precisa, tanto pelo grande número de procedimentos que podem ser utilizados como pela falta de consenso na escolha do tipo de procedimento.

Abrir arquivo em PDF

Fluxograma para o Tratamento da Osteonecrose da Cabeça Femoral.

Consenso no Tratamento da Osteonecrose da Cabeça Femoral.
Sociedade Brasileira de Quadril - 2004.
Número: 1767 / Publicado em 18/03/2012 - 13:29

A Osteonecrose da Cabeça Femoral, que por suas características específicas reveste-se de grande importância e inúmeras controvérsias uma vez que: a) constitui uma Síndrome Progressiva e Incapacitante, b) afeta adultos jovens (4a. e 5a. décadas) e portanto em fase bastante produtiva, c) a etiopatogenia e história natural ainda não estão totalmente esclarecidas, d) a freqüência de acometimento bilateral é bastante alto variando entre 50-80%, e) o diagnóstico nas fases iniciais é freqüentemente retardado e f) o tratamento é bastante controverso.

Abrir arquivo em PDF

Fluxograma para Diagnóstico e Tratamento de Peritonite Bacteriana Espontânea (PBE).

Comissão de Controle de Infecção Hospitalar - CCIH
HGB - Junho 2009.
Número: 1766 / Publicado em 18/03/2012 - 13:32

Peritonite bacteriana espontânea (PBE) é uma forma de peritonite que ocorre em pacientes com cirrose. Apresentação de fluxograma com condutas terapêuticas antimicrobianas.

Abrir arquivo em PDF

Síndrome Coronariana Aguda (SCA) com Supradesnível de Segmento ST (IMCSST).

Ryan TJ, et al.
Circulation 1999; 100:1016-1030
Número: 1765 / Publicado em 18/03/2012 - 15:00

Apesar das evidências quanto à necessidade de restabelecer precocemente a perfusão em pacientes com IMCSST, a escolha individualizada entre trombólise farmacológica, mecânica ou associação destas, contribui para melhor evolução do paciente .

Abrir arquivo em PDF

Hipertensão Arterial Sistêmica (HAS): Atualidades sobre sua Epidemiologia, Diagnóstico e Tratamento.

Thiago Domingos Corrêa, José Jorge Namura, Camila Atallah Pontes da Silva, Melina Gouveia Castro, Adriano Meneghini, Celso Ferreira
Arq Med ABC. 2005;31(2):91-101.
Número: 1764 / Publicado em 20/06/2012 - 11:06

Devido a notável prevalência da hipertensão arterial em nosso meio e da necessidade de uma abordagem correta desses pacientes pelos profissionais de saúde, tivemos como objetivo sistematizar o conhecimento atual sobre aspectos epidemiológicos, diagnósticos e terapêuticos da hipertensão arterial. Algoritmo geral para tratamento da hipertensão arterial é apresentado.

Abrir arquivo em PDF

Infecções em Cateteres Venosos Centrais de Longa Permanência: Revisão da Literatura.

das Neves Junior MA et al.
J Vasc Bras. 2010;9(1):46-50.
Número: 1763 / Publicado em 18/03/2012 - 15:41

Cateteres venosos de longa permanência são amplamente utilizados em pacientes com necessidade de acesso venoso por período prolongado. A infecção relacionada a esses cateteres permanece um desafio na prática clínica. Revisamos a literatura acerca da epidemiologia e tratamento das infecções relacionadas a cateteres.

Abrir arquivo em PDF

Má Absorção.

Comitê de Diretrizes Práticas.
World Gastroenterology Organisation Practice Guidelines.
Número: 1762 / Publicado em 18/03/2012 - 15:42

Os processos digestivo e absortivo são tão intrinsecamente ligados, que um terceiro termo, má assimilação, tem sido cunhado para refletir essa situação. Apesar dessas distinções, refletindo a fisiopatologia subjacente, má absorção é ainda amplamente utilizada como o termo global para todos os aspectos do comprometimento da digestão e absorção.

Abrir arquivo em PDF

Hipertensão Secundária à Nefropatia – Diagnóstico e Tratamento.

Roberto Jorge da Silva Franco.
Rev Bras Hipertens 9: 141-147, 2002.
Número: 1761 / Publicado em 20/06/2012 - 11:04

Aproximadamente metade das causas secundárias de hipertensão arterial são atribuídas a doenças do parênquima renal. Embora as glomerulonefrites sejam consideradas importantes, com o aumento da expectativa de vida dos diabéticos, a nefropatia diabética passou a ser causa de destaque.

Abrir arquivo em PDF

Diagnóstico e Tratamento da Acromegalia no Brasil

Ines Donangelo, Karina Une, Mônica Gadelha
Arq Bras Endocrinol Metab vol 47 nº 4 Agosto 2003
Número: 1760 / Publicado em 20/06/2012 - 11:37

A acromegalia é uma doença crônica causada pela produção excessiva de hormônio de crescimento (GH). A maioria dos casos é decorrente da hipersecreção de GH por um adenoma de células somatotróficas da hipófise anterior. Raramente, pode ser causada pela secreção excessiva ou ectópica de GHRH (hormônio hipotalâmico estimulador da secreção de GH) ou secreção ectópica tumoral de GH.

Abrir arquivo em PDF

Amenorréia Secundária: Diagnóstico.

Carmen V. Giacobbo Daudt, Maria Eugênia B. Pinto;
Sociedade Brasileira de Medicina da Família e Comunidade.
Número: 1759 / Publicado em 20/06/2012 - 11:17

A amenorréia secundária é a ausência de menstruação por pelo menos 6 meses em mulheres com ciclos irregulares ou por um período equivalente a 3 ciclos menstruais em pacientes que anteriormente menstruavam de forma regular. Períodos de tempo inferiores são denominados atraso menstrual. Algoritmo de avaliação de pacientes com amenorréia secundária é apresentado.

Abrir arquivo em PDF

Footer - v1.3
Atualizado em
04/02/2016
Saude-Direta-Facebook Saude-Direta-LinkedIN Saude-Direta-Twitter