Profissionais: 5757
Prontuários: 232267

Esqueceu a senha? Cadastro da senha

Portal Saude Direta - Busca Palavra

BUSCA POR PALAVRA

POSTAGENS ANTERIORES

TAGS CLOUD

Protocolos - Algoritmos - Diretrizes - Fluxogramas

Baixar o Adobe Acrobat Reader
Para visualizar os conteúdos abaixo é necessário ter o Adobe Acrobat Reader instalado.

Advertência: Estes artigos e resumos são protegidos pela Lei de Direitos Autorais (Lei 9.610/98), sendo vedada a sua transcrição sem citação da fonte e a sua reprodução com finalidades comerciais sem autorização dos autores.

Protocolos Clínicos - 030 - Esquizofrenia Refratária.

Adelaide Duarte Ubaldino Pereira, Márcia Amaral Montezuma, Dante Galileu Guedes Duarte, Samir Melki, Eliane Mussel da Silva, Hélio Lauar de Barros, Helian Nunes de Oliveira, João Vinicius Salgado.
Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig) - 2010
Número: 1070 / Publicado em 17/03/2012 - 15:53

A esquizofrenia é tida como uma doença mental grave persistente, de curso variável, que atinge 1% da população geral e, em que 80 a 90% dos pacientes apresenta algum nível de prejuízo do funcionamento social, ocupacional e afetivo, apesar de responsivos ao tratamento. Em seu caráter de doença crônica, cerca de 30% dos pacientes são considerados refratários.

Abrir arquivo em PDF

Protocolos Clínicos - 025 - Triagem Nutricional em Paciente Adulto.

Ivan Lamac de Carvalho, Ivânia Cátia Moutinho Ramos.
Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig) - 2010
Número: 1069 / Publicado em 17/03/2012 - 15:52

A desnutrição representa grave indicador na epidemiologia hospitalar. Está claramente demonstrada a correlação entre o estado nutricional do paciente como importante variável para o sucesso terapêutico da enfermidade. A desnutrição está relacionada com infecção, úlcera por pressão, deiscência de ferida, fístula no trato gastrointestinal, insuficiência cardíaca, insuficiência respiratória e debilidade músculo-esquelética. Por isso, contribui com o aumento da letalidade, tempo de internação, custo financeiro, além de reduzir a disponibilidade de leito.

Abrir arquivo em PDF

Protocolos Clínicos - 024 - Protocolo de Cuidados ao Idoso e Reabilitação.

Leonardo Cançado Monteiro Savassi, Tataiana Roberta Sarubi Bogutchi, Milena Barroso, Tiago Sávio Moreira Possas, Magda Fajardo, Ivania Cáthia Moutinho Ramos.
Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig) - 2010
Número: 1068 / Publicado em 17/03/2012 - 15:51

O envelhecimento traz vulnerabilidades decorrentes de perdas biológicas que são diferenciadas por gênero, idade, grupo social e regiões geográficas, entre outros, que podem ser reforçadas ou atenuadas pelo contexto sociocultural.

Abrir arquivo em PDF

Protocolos Clínicos - 023 - Protocolo de Traumatismo Raquimedular Cervical (tratamento agudo).

Newton Godoy, Maria Amélia Ferreira Rocha.
Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig) - 2010
Número: 1067 / Publicado em 17/03/2012 - 15:57

O trauma raquimedular apresenta taxa de incidência em torno de 11 mil casos por ano no Brasil. A lesão da medula espinhal acomete pessoas jovens, em sua maioria, na faixa etária entre 18 e 40 anos, tendo como principais causas: acidentes de trânsito, mergulho em águas rasas (verão) e traumatismos por arma de fogo. As intervenções precoces devem minimizar os danos físicos, psíquicos e sociais inerentes à patologia.

Abrir arquivo em PDF

Protocolos Clínicos - 022 - Cuidados com o Paciente em Morte Encefálica ou Suspeita de Morte Encefálica.

Simone Lino Mello.
Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig) - 2010
Número: 1066 / Publicado em 17/03/2012 - 15:58

O Brasil está inserido no cenário mundial dos transplantes de órgãos há cerca de 40 anos. 90% destes procedimentos ocorrem através do Sistema Único de Saúde. A relação adequada de doadores por milhão da população (pmp) no mundo gira em torno de 16. No Brasil houve um decréscimo nos últimos dois anos de 7 doadores pmp para 5,8 doadores pmp. O número de possíveis doadores não diminuiu, entretanto, de alguma forma os cuidados pouco adequados inviabilizam os testes necessários para a confirmação da morte encefálica a tempo de ocorrer doação e, geralmente, os possíveis doadores evoluem para falência múltipla de órgãos e sistemas com parada cardiorrespiratória.

Abrir arquivo em PDF

Protocolos Clínicos - 021 - Asma na Infância.

José Semionato Filho, Luis Fernando A. Carvalho, Wilson Rocha Filho.
Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig) - 2010
Número: 1065 / Publicado em 17/03/2012 - 15:58

A asma é uma doença inflamatória crônica, caracterizada por hipersensibilidade das vias aéreas inferiores e por limitação variável ao fluxo aéreo, reversível espontaneamente ou com tratamento. Manifesta-se clinicamente por episódios recorrentes de sibilância, dispneia, aperto no peito e tosse, à noite e pela manhã ao despertar. Resulta de uma interação entre genética, exposição ambiental a alérgenos e irritantes e outros fatores específicos que levam ao desenvolvimento e manutenção dos sintomas.

Abrir arquivo em PDF

Protocolos Clínicos - 020 - Linha Guia para o Manejo Clínico do Paciente com Influenza por Cepa Emergente Potencialmente Pandêmica.

Adriana C. M. Magalhães, Andréa Lucchesi, Júlia Maluf Lopes, Lucinéia Carvalhais.
Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig) - 2010
Número: 1064 / Publicado em 17/03/2012 - 15:58

Definir uma “Diretriz Clínica” como “Linha Guia” de atendimento, desde a atenção básica à terciária, de forma segura e eficiente de pacientes suspeitos ou confirmados de infecção por novo subtipo viral de influenza altamente patogênico. Otimizar o manejo clínico de forma a minimizar a letalidade e riscos de transmissão inter-humana, na fase de alerta pandêmico atual.

Abrir arquivo em PDF

Protocolos Clínicos - 019 - Tratamento Primário das Fraturas Expostas.

José Marcos Nogueira, Drumond Gilberto Ferreira Braga, Fernando Milton da Cunha.
Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig) - 2010
Número: 1063 / Publicado em 17/03/2012 - 15:59

Este protocolo é estruturado por classificação de doença (fratura exposta) com base em evidência clínica e tem como público-alvo: médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, técnicos de radiologia e assistente social. Fratura exposta (FE) é aquela em que há comunicação entre o foco de fratura e o ambiente externo, geralmente através de uma lesão na pele.

Abrir arquivo em PDF

Protocolos Clínicos - 018 - Protocolo de Captação de Doadores de Tecidos Oculares para Transplante.

Marcia Regina Issa Salomão Libânio.
Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig) - 2010
Número: 1062 / Publicado em 17/03/2012 - 15:59

Todo paciente que vai a óbito constitui um potencial doador de tecidos oculares para transplante, não sendo necessário que o paciente esteja em morte encefálica. A notificação dos potenciais doadores é obrigatória por lei, devendo ser avisados à CNCDO e ao Banco de Olhos responsável pela área de abrangência.

Abrir arquivo em PDF

Protocolos Clínicos - 017 - Apendicectomia.

Sérgio Ibañez Nunes, Tarcísio Versiane Filho
Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig) - 2010
Número: 1061 / Publicado em 17/03/2012 - 16:00

A apendicite aguda é a principal causa de abdome agudo, constituindo a apendicectomia a cirurgia de urgência mais comum no nosso meio. Além da apendicectomia, o tratamento local e sistêmico pode variar de acordo com o grau de evolução da doença.

Abrir arquivo em PDF

Footer - v1.3
Atualizado em
04/02/2016
Saude-Direta-Facebook Saude-Direta-LinkedIN Saude-Direta-Twitter