Profissionais: 5632
Prontuários: 218668

Esqueceu a senha? Cadastro da senha

Portal Saude Direta - Busca Palavra

BUSCA POR PALAVRA

POSTAGENS ANTERIORES

TAGS CLOUD

Protocolos - Algoritmos - Diretrizes - Fluxogramas

Baixar o Adobe Acrobat Reader
Para visualizar os conteúdos abaixo é necessário ter o Adobe Acrobat Reader instalado.

Advertência: Estes artigos e resumos são protegidos pela Lei de Direitos Autorais (Lei 9.610/98), sendo vedada a sua transcrição sem citação da fonte e a sua reprodução com finalidades comerciais sem autorização dos autores.

Efeitos da Utilização de Prebióticos (Oligossacarídeos) na Saúde da Criança.

Elisabete Millani, Tulio Konstantyner, José Augusto de A. C. Taddei.
Rev Paul Pediatr 2009;27(4):436-46.
Número: 1413 / Publicado em 22/06/2012 - 09:03

Os oligossacarídeos prebióticos em produtos alimentares demonstraram efeitos benéficos quanto ao aumento do número total de bifidobactérias, redução do número de microorganismos patogênicos no intestino e melhora da consistência das fezes e frequência das evacuações. Tais efeitos sugerem a recomendação de seu uso em crianças constipadas. Foram verificados resultados benéficos em diversos estudos quanto ao menor desenvolvimento de alergias, infecções respiratórias, febre, irritabilidade, flatulência, diarreia, regurgitação, vômito, cólica e choro, menor uso de antibióticos e melhora nas características de fermentação de ácidos graxos e pH fecal. Apesar dos prebióticos parecerem promissores e oferecerem efeitos benéficos em determinadas situações, alguns aspectos duvidosos devem ser investigados de forma a avaliar o real efeito e segurança de sua utilização em curto e longo prazo, a fim de comprovar a ausência de consequências prejudiciais à saúde da criança.

Abrir arquivo em PDF

Existe a Constipação após Histerectomia ? Avaliação Clínica e Manométrica.

Maria Auxiliadora Prolungatti Cesar e Cols.
Rev bras Coloproct, 2010;30(2): 191-198.
Número: 1412 / Publicado em 22/06/2012 - 09:04

Os autores encontraram a presença de evacuação incompleta que não ocorria no pós-operatório. Não foram encontradas alterações manométricas e duas pacientes apresentaram dor abdominal à distensão da ampola retal na aferição do volume máximo tolerável. Conclusões: Os achados deste estudo sugerem que alterações intestinais ocorrem após a histerectomia e são principalmente relacionadas ao reto.

Abrir arquivo em PDF

Influência de Alimentos Líquidos e Sólidos no Controle do Apetite.

Denise Machado Mourão e Josefina Bressan.
Rev. Nutr., Campinas, 22(4):537-547, jul./ago., 2009.
Número: 1411 / Publicado em 22/06/2012 - 09:05

Os resultados atuais das pesquisas indicam que o estado físico do alimento pode influenciar o consumo alimentar, tanto a curto quanto a longo prazo, e que os alimentos líquidos exercem um menor poder sacietógeno, em comparação aos sólidos. Os possíveis mecanismos envolvidos nesse fraco controle do apetite pelos líquidos são: falta de mastigação, fase cefálica da ingestão menos pronunciada, esvaziamento gástrico mais rápido e fatores cognitivos. Conclui-se que o uso de alimentos líquidos, em especial bebidas energéticas, deve ser moderado tanto na prevenção como no tratamento da obesidade.

Abrir arquivo em PDF

Anemia Ferropriva e Anemia de Doença Crônica: Distúrbios do Metabolismo de Ferro.

Miriam Corrêa de Carvalho, Emílio Carlos Elias Baracat, Valdemiro Carlos Sgarbieri.
Segurança Alimentar e Nutricional, Campinas, 13(2): 54-63, 2006
Número: 1410 / Publicado em 18/06/2012 - 08:09

A anemia ferropriva e a anemia de doença crônica correspondem às anemias mais comuns por distúrbios do metabolismo de ferro. A anemia ferropriva, desordem nutricional mais prevalente em todo o mundo, acomete principalmente crianças menores de cinco anos e mulheres em idade fértil. Os sinais clínicos da deficiência de ferro não são facilmente identificáveis e, muitas vezes, a anemia não é diagnosticada. Estes sinais incluem palidez, anorexia, apatia, irritabilidade, diminuição da atenção e deficiências psicomotoras. A anemia de doença crônica está presente em processos inflamatórios, infecciosos ou neoplásicos. Alguns autores entendem que, em lugar de considerar a anemia como uma anormalidade em doenças crônicas com quadro de infecção/inflamação, esta possa ser considerada como um mecanismo de defesa, não específico, em resposta do hospedeiro à invasão microbiana. A noção de que a deficiência de ferro representa um fator de proteção contra a infecção é baseada em estudos que demonstram a necessidade de ferro para o crescimento bacteriano e produção de toxinas.

Abrir arquivo em PDF

Síndrome da Fragilidade no Idoso: Importância da Fisioterapia.

Camila Macedo, Juliana Maria Gazzola, Myrian Najas.
Arquivos Brasileiros de Ciências da Saúde, v.33, n. 3, p. 177-84
Número: 1409 / Publicado em 22/06/2012 - 09:06

O objetivo desta revisão de literatura foi expor os elementos sobre a Síndrome da Fragilidade dos Idosos, em uma revisão narrativa da literatura, dando um panorama geral sobre epidemiologia, tendências atuais, ciclo da fragilidade, sarcopenia, alterações imunológicas, alterações neuroendócrinas, diagnósticos clínico, laboratorial e diferencial e as possibilidades de intervenções fisioterapêuticas. Para esses fins, realizou-se revisão bibliográfica da literatura nacional e internacional sobre o tema. Com o conhecimento de estudos envolvendo idosos frágeis, é possível planejar as estratégias voltadas para a identificação da parcela da população que mais se beneficiaria de ações para postergar, atenuar e, se possível, reverter tais desfechos.

Abrir arquivo em PDF

Progressos Recentes e Novas Perspectivas em Farmacoterapia da Obesidade.

André M. Faria, Marcio C. Mancini, Maria Edna de Melo, Cintia Cercato, Alfredo Halpern.
Arq Bras Endocrinol Metab. 2010 ; 54/6
Número: 1408 / Publicado em 22/06/2012 - 09:07

Este artigo tem como objetivo apresentar dados recentes de estudos clínicos de novas drogas propostas para o tratamento da obesidade com perspectivas breves de serem lançadas no mercado, caso passem pela aprovação das agências regulatórias. Nesta revisão serão discutidas a eficácia e a segurança desses fármacos, que incluem a lorcaserina (agonista serotoninérgico seletivo 5-HT2c), tesofensina (inibidor triplo de recaptação de monoaminas), liraglutide (análogo do GLP-1) e cetilistate (inibidor de lipases gastrointestinais), além das combinações de bupropiona/naltrexona, bupropiona/zonisamida, fentermina/topiramato e pramlintide/metreleptina.

Abrir arquivo em PDF

Vitamina A e Diabetes Gestacional.

Larissa Queiroz de Lira, Roberto Dimenstein.
Rev Assoc Med Bras 2010; 56(3): 355-9
Número: 1407 / Publicado em 22/06/2012 - 09:08

Atualmente, existem evidências de uma forte associação entre a DM e os níveis de retinol sérico em mulheres grávidas. A presença desta patologia durante o período gestacional torna essas mulheres mais propensas a apresentar estado bioquímico marginal ou deficiente em vitamina A. Esta condição, além potencializar as complicações causadas pela própria evolução do diabetes nas gestantes, tornará seus filhos mais vulneráveis ao desenvolvimento de uma das carências mais prevalentes e importantes mundialmente, a deficiência em vitamina A, quando comparadas com as de gestação saudável.

Abrir arquivo em PDF

Efeitos de 24 Semanas de Treinamento Resistido Sobre Índices da Aptidão Aeróbia de Mulheres Idosas.

Marcelo Guido, Ricardo Moreno Lima, Ronald Benford, Tailce Kaley Moura Leite, Rinaldo Wellerson Pereira, Ricardo Jacó de Oliveira.
Rev Bras Med Esporte – Vol. 16, No 4 – Jul/Ago, 2010
Número: 1406 / Publicado em 22/06/2012 - 09:09

O envelhecimento do sistema cardiorrespiratório está associado à redução da capacidade aeróbia máxima, geralmente expressa pelo consumo pico de oxigênio (VO2pico). Mesmo em indivíduos saudáveis e fisicamente ativos, ocorre declínio da aptidão aeróbia após os 40 anos de idade, que se torna mais acentuado a partir da sexta década de vida. Esse declínio está relacionado com a diminuição do débito cardíaco máximo e da diferença arteriovenosa de oxigênio, que também diminuem com o envelhecimento.

Abrir arquivo em PDF

Treinamento Físico na Síndrome Lipodistrófica: Revisão Sistemática.

Gabriela Maria Viega Juchem, Alexandre Ramos Lazzarotto.
Rev Bras Med Esporte – Vol. 16, No 4 – Jul/Ago, 2010
Número: 1405 / Publicado em 22/06/2012 - 09:10

O objetivo desse artigo foi revisar na literatura as evidências científicas sobre o treinamento físico na síndrome lipodistrófica. As evidências científicas encontradas nos estudos analisados indicam que a maioria dos estudos, independente do tipo de treinamento, obtiveram melhoria significativa na composição corporal. Dessa forma, tornam-se necessário mais estudos investigando o treinamento físico no perfil lipídico, na resistência a insulina e nas alterações glicêmicas em pessoas vivendo com HIV/Aids.

Abrir arquivo em PDF

A Declaração de Óbito: Documento Necessário e Importante.

Série A. Normas e Manuais Técnicos.
Ministério da Saúde / Conselho Federal de Medicina - 2009.
Número: 1403 / Publicado em 29/01/2013 - 22:18

Para além dos aspectos jurídicos que encerra, a declaração de óbito é um instrumento imprescindível para a construção de qualquer tipo de planejamento de saúde. E uma política de saúde adequada pode significar a diferença entre a vida e a morte para muitas pessoas.

Abrir arquivo em PDF

Footer - v1.3
Atualizado em
04/02/2016
Saude-Direta-Facebook Saude-Direta-LinkedIN Saude-Direta-Twitter