Profissionais: 5759
Prontuários: 232291

Esqueceu a senha? Cadastro da senha

Portal Saude Direta - Busca Palavra

BUSCA POR PALAVRA

POSTAGENS ANTERIORES

TAGS CLOUD

Protocolos - Algoritmos - Diretrizes - Fluxogramas

Baixar o Adobe Acrobat Reader
Para visualizar os conteúdos abaixo é necessário ter o Adobe Acrobat Reader instalado.

Advertência: Estes artigos e resumos são protegidos pela Lei de Direitos Autorais (Lei 9.610/98), sendo vedada a sua transcrição sem citação da fonte e a sua reprodução com finalidades comerciais sem autorização dos autores.

Aptidão Física na Infância e Adolescência.

Colégio Americano de Medicina Esportiva – Posicionamento Oficial.
http://www.acsm.org/
Número: 1402 / Publicado em 22/06/2012 - 09:14

É opinião do ACSM que aptidão física para criança e adolescente deve ser desenvolvida como primeiro objetivo de incentivo à adoção de um estilo de vida apropriado com prática de exercícios por toda a vida, com intuito de desenvolver e manter condicionamento físico suficiente para melhoria da capacidade funcional e da saúde.

Abrir arquivo em PDF

Manual de Assistência Integral às Pessoas com Feridas Crônicas.

Serviço de Assistência Domiciliar da Secretaria Municipal da Saúde.
Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto - São Paulo - 2004.
Número: 1399 / Publicado em 22/06/2012 - 09:17

Este manual vem ao encontro da necessidade apontada, sendo que iremos nos ater aos cuidados com feridas crônicas, as quais serão tratadas como agravos que requerem um olhar amplo, uma vez que podem ser uma das manifestações físicas resultantes do desequilíbrio bio-psico-social ao qual a população que atendemos pode estar submetida.

Abrir arquivo em PDF

Como realizar a Higiene Bucal em Crianças.

Adriana Sasso Stuani, Andréa Sasso Stuani, Aldevina Campos de Freitas, Francisco Wanderley G. de Paula e Silva, Alexandra Mussolino de Queiroz.
Pediatria (São Paulo) 2007;29(3):200-207
Número: 1398 / Publicado em 22/06/2012 - 09:18

A ocorrência de cáries depende dos cuidados com a higiene e a alimentação da criança e da contaminação bacteriana pela mãe. A amamentação e a limitação da ingestão de açucares reduzem a incidência de cáries. A higiene bucal deve ter início no primeiro ano de vida, antes mesmo da irrupção dentária. Os métodos de higiene bucal devem acompanhar a evolução da dentição decídua do bebê. Podem ser utilizadas até cerca de dois anos a fralda, gaze esterilizada, ou dedeira, e a seguir escova e fio dental.

Abrir arquivo em PDF

Educação Profissional Básica para Agentes Indígenas de Saúde. Módulo Promovendo a Saúde e Prevenindo DST/Aids.

Fundação Nacional de Saúde (Funasa).
Ministério da Saúde, Brasília – DF - 2005.
Número: 1397 / Publicado em 22/06/2012 - 09:18

O Módulo Promovendo a Saúde e Prevenindo as DST/AIDS busca qualificar os Agentes Indígenas de Saúde (AIS), para atuarem em suas comunidades identificando os problemas de saúde relacionados às DST/AIDS e hepatites virais de transmissão sexual e hematogênica, decorrentes das mudanças do perfil epidemiológico nas comunidades indígenas.

Abrir arquivo em PDF

Manual de Controle das Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST).

Coordenação Nacional de DST e AIDS.
Ministério da Saúde, Brasília – DF - 1999.
Número: 1396 / Publicado em 22/06/2012 - 09:20

As Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST) estão entre os problemas de saúde pública mais comuns em todo o mundo. Nos países industrializados ocorre um novo caso de DST em cada 100 pessoas por ano, e nos países em desenvolvimento as DST estão entre as 5 principais causas de procura por serviços de saúde (OMS-1990).

Abrir arquivo em PDF

Alimentação Saudável para a Pessoa Idosa. Um manual para Profissionais de Saúde.

Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica.
Ministério da Saúde, Brasília – DF - 2009.
Número: 1395 / Publicado em 22/06/2012 - 09:21

De acordo com o Guia Alimentar para a População Brasileira, uma alimentação saudável deve ser acessível do ponto de vista físico e financeiro, variada, referenciada pela cultura alimentar, harmônica em quantidade e qualidade, naturalmente colorida e segura sanitariamente.

Abrir arquivo em PDF

Guideline de Bioética sem Fronteiras.

Affonso Renato Meira.
Sociedade Brasileira de Reprodução Humana.
Número: 1394 / Publicado em 22/06/2012 - 09:23

Uma publicação que tem como objetivo oferecer aos seus leitores artigos que divulguem os conhecimentos obtidos através de um método científico deve por obrigação verificar cuidadosamente se as conclusões trazida pelos autores foram obtidas de modo prescrito pelas ciências, inclusive para zelar pelo sua reputação e pela a dos seus colaboradores. Isso deve ser feito com rigor.

Abrir arquivo em PDF

Guidelines de Genética para Reprodução Humana.

Lygia da Veiga Pereira, Rui Fernando Pilotto, Thomaz Rafael Gollop, Walter Pinto Junior.
Sociedade Brasileira de Reprodução Humana.
Número: 1393 / Publicado em 22/06/2012 - 09:23

Este é o primeiro Guia de Normas Técnicas elaborado pelo Comitê de Genética da SBRH e que visa o que deve ser realçado ou aplicado no dia a dia de um serviço de reprodução assistida a fim de que a prática médica seja a mais adequada a nossos pacientes.

Abrir arquivo em PDF

Guideline de Endocrinologia da Reprodução.

Sebastião Freitas de Medeiros, Mauri José Piazza,Ricardo Melo Marinho, Alessandro Gomes Schuffener.
Sociedade Brasileira de Reprodução Humana.
Número: 1392 / Publicado em 22/06/2012 - 09:23

Estas diretrizes têm como objetivo auxiliar o ginecologista a prover aconselhamento prático e compreensivo à mulher com alterações endócrino – reprodutivas, afetando tanto a qualidade de vida como a capacidade reprodutora. Inclui-se nestas diretrizes os temas mais prevalentes ou complexos. Para facilitar a leitura, cada tópico é apresentado de modo compreensível e prático, otimizando o atendimento à paciente. Dá-se destaque aos instrumentos diagnósticos e propostas para tratamento e / ou seguimento. Informações teóricas mais complexas acerca da etiologia e fisiopatologia dos assuntos abordados não são detalhados, limitando-as ao necessário para compreensão do texto. Estas diretrizes estão baseadas nas evidências atualmente existentes, mas recomenda-se atualização contínua devido à dinâmica dos avanços nessa área. Mantendo o interesse nas alterações dos eixos hipotálamo–hipófise–ovariano e hipotálamo– hipófise–adrenal com repercussões diretas na capacidade reprodutora, propõe–se diretrizes para mulheres com hiperprolactinemia, insuficiências folicular e lútea ou ciclos anovulatórios, resultando em menstruações irregulares, amenorréia, hirsutismo e esterilidade.

Abrir arquivo em PDF

Guideline de Histeroscopia.

João Oscar Falcão Jr, Reginaldo Guedes C. Lopes.
Sociedade Brasileira de Reprodução Humana.
Número: 1391 / Publicado em 22/06/2012 - 09:24

A histeroscopia é considerada hoje o padrão ouro na avaliação da cavidade uterina e patologias que tem em sua fisiopatologia inter-relação com esta cavidade são a indicação para o procedimento. O método permite uma avaliação singular da cavidade bem como avaliação de aspectos funcionais de endométrio como vascularização, espessura, presença ou ausência de muco e sinais indicativos de infecção.

Abrir arquivo em PDF

Footer - v1.3
Atualizado em
04/02/2016
Saude-Direta-Facebook Saude-Direta-LinkedIN Saude-Direta-Twitter