Profissionais: 5306
Prontuários: 188858

Esqueceu a senha? Cadastro da senha

Portal Saude Direta - Busca Palavra

BUSCA POR PALAVRA

POSTAGENS ANTERIORES

TAGS CLOUD

Protocolos - Algoritmos - Diretrizes - Fluxogramas

Baixar o Adobe Acrobat Reader
Para visualizar os conteúdos abaixo é necessário ter o Adobe Acrobat Reader instalado.

Advertência: Estes artigos e resumos são protegidos pela Lei de Direitos Autorais (Lei 9.610/98), sendo vedada a sua transcrição sem citação da fonte e a sua reprodução com finalidades comerciais sem autorização dos autores.

Propedêutica Dermatológica e Lesões Elementares

Vanessa Lys Boeira
http://www.files.laderm-ba.webnode.com.br/
Número: 2819 / Publicado em 16/06/2014 - 10:17

O exame clínico dermatológico deve ser realizado em ambiente iluminado, de preferência com a luz solar ou fluorescente. Uma das peculiaridades deste exame é que o exame físico precede a anamnese, que será guiada pelos achados dermatológicos.

Abrir arquivo em PDF

Dermatoses Ocupacionais

Alchorne AOA, Alchorne MMA, Silva MM
An Bras Dermatol. 2010;85(2):137-47
Número: 2818 / Publicado em 16/06/2014 - 10:08

Dermatose ocupacional é qualquer alteração da pele, mucosa e anexos, direta ou indiretamente causada, condicionada, mantida ou agravada por agentes presentes na atividade ocupacional ou no ambiente de trabalho. Os autores referem a importância do tema, a epidemiologia e a etiopatogenia das principais dermatoses ocupacionais: dermatites de contato irritativas e alérgicas, fitodermatites, acnes (elaioconiose e cloracne), ceratoses, cânceres, granulomas de corpo estranho, infecções, oníquias e ulcerações.

Abrir arquivo em PDF

Dermatologia na Atenção Básica de Saúde

Cadernos de Atenção Básica Nº 9 Série A - Normas de Manuais Técnicos; n° 174
Ministério da Saúde. 2002.
Número: 2817 / Publicado em 13/06/2014 - 10:33

Esta publicação é uma edição revista e ampliada do Guia para o Diagnóstico e Tratamento das Principais Dermatoses da Infância de Interesse Sanitário, na qual são abordados diferentes e estratégicos aspectos de cada agravo, desde a sua respectiva descrição, sinonímia, etiologia, reservatório, modo de transmissão, períodos de incubação e transmissão, até o diagnóstico, tratamento, vigilância epidemiológica e medidas de controle. Devido ao tamanho do arquivo (5,17 MB), é fornecido apenas o link para a publicação: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/guiafinal9.pdf

Abrir arquivo em PDF

Continuing Professional Development - Guidance for all doctors

General Medical Council - Published June 2012
www.gmc-uk.org
Número: 2816 / Publicado em 02/06/2014 - 12:03

This guidance is for doctors, but it may also be of use to employers, doctors’ representatives, patients and the public.

Abrir arquivo em PDF

Management of Diabetes - Quick Reference Guide

Scottish Intercollegiate Guidelines Network - October 2012
http://www.sign.ac.uk/pdf/qrg116.pdf
Número: 2815 / Publicado em 27/05/2014 - 14:32

This Quick Reference Guide provides a summary of the main recommendations in SIGN guideline 116: Management of diabetes.

Abrir arquivo em PDF

Pruritus in the Older Patient - A Clinical Review

Timothy G. Berger, Melissa Shive, Michael Harper
JAMA. 2013;310(22):2443-2450.
Número: 2814 / Publicado em 27/05/2014 - 13:15

It is important to evaluate elderly patients for dermatological, systemic, and neurological etiologies of itch. A simple-to-apply diagnostic and therapeutic algorithm can be used. Xerosis, drug reactions, and neuropathy should be considered when evaluating pruritus.

Abrir arquivo em PDF

A Bilionária Indústria da Educação Médica Continuada nos EUA: mais uma forma de interferência das empresas na relação médico-paciente

Mônica Teixeira
Rev. Latinoam. Psicopat. Fund., São Paulo, v. 12, n. 4, p. 731-742, dezembro 2009
Número: 2813 / Publicado em 27/05/2014 - 11:42

O artigo trata de mais uma das formas pelas quais a indústria impacta a clínica médica. A indústria farmacêutica e de dispositivos médicos financia atividades de Educação Médica Continuada com o objetivo de promover a utilização de tratamentos que a ela interessam. A Educação Médica Continuada é obrigatória em muitos estados dos EUA para a renovação da licença para o exercício de profissões médicas e para-médicas. O congresso dos EUA discute como regular a questão, no contexto da reforma do sistema de saúde posta em discussão pelo atual presidente do país.

Abrir arquivo em PDF

Constipação Intestinal em Crianças

Gastroenterologia do Departamento de Pediatria da UFMG
http://www.medicina.ufmg.br/edump/ped/constipacao.htm
Número: 2812 / Publicado em 30/03/2014 - 10:35

Consideramos constipadas crianças que apresentam queixas de eliminação de fezes endurecidas, freqüência evacuatória menor do que três vezes por semana e/ou sensação de esvaziamento incompleto do reto, quando for possível obter esta informação.

Abrir arquivo em PDF

Constipação

Organização Mundial de Gastroenterologia
World Gastroenterology Organisation Practice Guidelines
Número: 2811 / Publicado em 30/03/2014 - 10:31

Pacientes diferentes têm diferentes percepções dos sintomas. Alguns vêem a constipação como necessidade de esforço para evacuar (52%), para outros significa fezes arredondadas e endurecidas (44%), a inabilidade de defecar quando desejado (34%) ou a defecação infreqüente (33%).

Abrir arquivo em PDF

Diluição de Medicamentos Intravenosos para Pacientes Atendidos na Clínica Cirúrgica

Serviço de Farmácia
Hospital Universitário da USP - 2012
Número: 2810 / Publicado em 14/02/2014 - 09:19

Tabela de diluições de medicamentos intravenosos em Soro Fisiológico (SF) e Soro Glicosado a 5% (SG5%)

Abrir arquivo em PDF

Footer - v1.3
Atualizado em
04/02/2016
Saude-Direta-Facebook Saude-Direta-LinkedIN Saude-Direta-Twitter