Profissionais: 5632
Prontuários: 218668

Esqueceu a senha? Cadastro da senha

Portal Saude Direta - Busca Palavra

BUSCA POR PALAVRA

POSTAGENS ANTERIORES

TAGS CLOUD

Protocolos - Algoritmos - Diretrizes - Fluxogramas

Baixar o Adobe Acrobat Reader
Para visualizar os conteúdos abaixo é necessário ter o Adobe Acrobat Reader instalado.

Advertência: Estes artigos e resumos são protegidos pela Lei de Direitos Autorais (Lei 9.610/98), sendo vedada a sua transcrição sem citação da fonte e a sua reprodução com finalidades comerciais sem autorização dos autores.

Avaliação e Tratamento do Doente com Acne - Parte I: Epidemiologia, Etiopatogenia, Clínica, Classificação, Impacto Psicossocial, Mitos e Realidades, Diagnóstico Diferencial e Estudos Complementares.

Portuguese Acne Advisory Board - PAAB.
Rev Port Clin Geral. 2011;27:59-65.
Número: 1526 / Publicado em 18/03/2012 - 17:56

Nesta Parte I, revêem-se os principais aspectos da clínica e da fisiopatogenia da acne à luz dos conhecimentos actuais. Discute-se a importância do impacto psicológico e social desta entidade e analisam-se os principais mitos e realidades com ela relacionados. Descrevem-se, sucintamente, as patologias mais relevantes no diagnóstico diferencial das lesões de acne. Enumeram-se as indicações para estudo hormonal, bem como os exames a efectuar nos doentes com esta patologia.

Abrir arquivo em PDF

Abordagem da Crise Convulsiva Aguda e Estado de Mal Epiléptico em Crianças.

Erasmo Barbante Casella, Cristina M.F. Mângia.
Jornal de Pediatria - Vol. 75, Supl.2, 1999.
Número: 1525 / Publicado em 21/06/2012 - 09:25

Os autores realizaram uma revisão atualizada sobre o diagnóstico e o tratamento das convulsões agudas e do estado de mal epiléptico.

Abrir arquivo em PDF

Fissura Anal - Parte II Abordagem Prática.

Pedro Amaro, Alexandre Duarte.
Rev Port Coloproct. 2009; 6(1): 30-32.
Número: 1524 / Publicado em 21/06/2012 - 09:26

A patologia ano-rectal benigna é motivo frequente de recurso a cuidados médicos, sendo a fissura anal uma das etiologias mais prevalentes e que amiúde é desvalorizada e inadequadamente tratada. O aparecimento de novas opções terapêuticas suportadas por novos conceitos fisiopatológicos veio modificar os algoritmos de tratamento desta afecção e motivar a publicação recente de recomendações por algumas sociedades médicas internacionais.

Abrir arquivo em PDF

Fissura Anal - Parte I Fundamentos Teóricos.

Pedro Amaro, Alexandre Duarte.
Rev Port Coloproct. 2009; 6(1): 30-32.
Número: 1523 / Publicado em 21/06/2012 - 09:27

A patologia ano-rectal benigna é motivo frequente de recurso a cuidados médicos, sendo a fissura anal uma das etiologias mais prevalentes e que amiúde é desvalorizada e inadequadamente tratada. O aparecimento de novas opções terapêuticas suportadas por novos conceitos fisiopatológicos veio modificar os algoritmos de tratamento desta afecção e motivar a publicação recente de recomendações por algumas sociedades médicas internacionais.

Abrir arquivo em PDF

Resistência e Refratariedade no Transtorno Obsessivo-Compulsivo (TOC).

Ferrão YA et al.
Rev Bras Psiquiatr. 2007
Número: 1522 / Publicado em 21/06/2012 - 09:28

O objetivo desta revisão da literatura é avaliar os conceitos e critérios de resistência e refratariedade ao tratamento, abordar os aspectos intrínsecos e extrínsecos à fenomenologia descritiva do transtorno obsessivo-compulsivo que possam influenciar a resposta aos tratamentos convencionais preconizados, e propor um fluxo de alternativas terapêuticas para casos resistentes e refratários às diversas abordagens.

Abrir arquivo em PDF

Trombose Venosa Profunda (TVP).

Aldemar Araujo Castro
http://www.lava.med.br/livro
Número: 1521 / Publicado em 21/06/2012 - 09:32

A não classificação do risco de trombose venosa profunda e/ou embolismo pulmonar de todos os doentes hospitalizados, a ausência de profilaxia adequada nos doentes, o diagnóstico por vezes não tão óbvio e simples, resultam, por vezes, no tratamento de doentes que não têm trombose venosa profunda ou no não tratamento de que a tem. Qualquer uma das duas situações devem ser evitadas.

Abrir arquivo em PDF

Doença de Berger: Proposta de Algoritmo Terapêutico e Factores Preditivos de Insuficiência Renal Crónica (IRC).

Pedro Pessegueiro et al.
Acta Médica Portuguesa 2003; 16:261-266.
Número: 1520 / Publicado em 18/03/2012 - 17:52

A doença de Berger, definida como uma nefropatia glomerular por deposição de imuno-complexos antiimunoglobulina A e G, tornou-se actualmente na glomerulonefrite mais frequente no mundo, atingindo 1,3% da população, com pico de incidência nos jovens adultos do sexo masculino.

Abrir arquivo em PDF

Recomendações para o Tratamento do Acidente Vascular Cerebral Isquémico (AVC) e do Acidente Isquémico Transitório (AIT).

Executive Committee and the ESO Writing Committee - 2008.
The European Stroke Organization (ESO).
Número: 1519 / Publicado em 21/06/2012 - 09:34

Estas recomendações abrangem tanto acidentes vasculares cerebrais (AVC) isquémicos como acidentes isquémicos transitórios (AIT), que são agora considerados como uma única entidade. Se as recomendações diferirem para as duas condições, tal será explicitamente mencionado, caso contrário as recomendações são válidas para ambas as condições.

Abrir arquivo em PDF

Tratamento Farmacológico do Transtorno de Personalidade Limítrofe (TPL): Revisão Crítica da Literatura e Desenvolvimento de Algoritmos.

André F. Carvalho, Cristiane B. Stracke, Fábio G. de Matos e Souza.
R. Psiquiatr. RS, 26'(2): 176-189, mai./ago. 2004.
Número: 1518 / Publicado em 18/03/2012 - 17:46

O transtorno de personalidade limítrofe (TPL) é um diagnóstico clínico que engloba uma vasta gama de apresentações. As manifestações da síndrome podem ser agrupadas em três núcleos sintomáticos, a saber: 1) sintomas afetivos, que incluem estados afetivos flutuantes, como depressão, raiva e hostilidade; 2) distorções perceptuais e cognitivas, como delírios de referência, ideação paranóide, ilusões e fenômenos dissociativos; e 3) comportamentos agressivos e impulsivos, como automutilação, agressão física e verbal a terceiros, comportamento suicida, uso abusivo de drogas e promiscuidade.

Abrir arquivo em PDF

Síndrome das Pernas Inquietas (SPI).

Flávio Alóe, Stella Márcia Azevedo Tavares.
Rev Neurocienc 2006; 14(4):204-213.
Número: 1517 / Publicado em 18/03/2012 - 17:45

A síndrome das pernas inquietas (SPI) é ainda uma condição médica relativamente desconhecida da classe médica. A introdução oficial dos agentes dopaminérgicos como primeira escolha no tratamento proporcionou uma conscientização a respeito da SPI. Apesar disso, o diagnóstico correto e o tratamento podem demorar causando anos de sofrimento. È importante pesquisar e tratar as causas primária da SPI e de comorbidades como depressão e polineuropatia. Tratamento de casos resistentes, efeitos colaterais como a expansão podem ser minimizados a partir do conhecimento dos detalhes de algoritmo do tratamento e seguimento médico.

Abrir arquivo em PDF

Footer - v1.3
Atualizado em
04/02/2016
Saude-Direta-Facebook Saude-Direta-LinkedIN Saude-Direta-Twitter