Profissionais: 7137
Prontuários: 513729

Protocolos/Algoritmos/Diretrizes/Fluxogramas

Advertência: Estes artigos e resumos são protegidos pela Lei de Direitos Autorais (Lei 9.610/98), sendo vedada a sua transcrição sem citação da fonte e a sua reprodução com finalidades comerciais sem autorização dos autores.

Adobe Acrobat Reader
É necessário o Adobe Acrobat Reader instalado.

Diretrizes para um Modelo de Assist√™ncia Integral em Sa√ļde Mental no Brasil.

Associação Brasileira de Psiquiatria - ABP
Associação Médica Brasileira - 2006
Número: 1200 / Publicado em 22/06/2012 - 20:56

Desde 1995, o Minist√©rio da Sa√ļde adota como premissa para a constru√ß√£o do seu modelo de assist√™ncia, a exclus√£o do m√©dico da equipe que assiste o doente mental e vem fazendo isto progressivamente. A alega√ß√£o da falta de m√©dicos especializados n√£o procede, o que acontece √© o abuso da informalidade e dos baixos valores com que o trabalho do psiquiatra tem sido remunerado. O m√©dico psiquiatra vem sendo colocado mais e mais como profissional secund√°rio e prescind√≠vel e a ele t√™m sido atribu√≠das as mazelas do sistema. Este movimento ganhou suficiente espa√ßo na m√≠dia para estigmatizar os psiquiatras, numa orquestra√ß√£o bem engendrada que n√£o d√° espa√ßo para as manifesta√ß√Ķes e opini√Ķes contr√°rias.

Abrir arquivo em PDF

Protocolo Gerenciado: IAM c/ supra ST

Luciano Forlenza (UPA Morumbi/ Programa de Cardiologia).
Hospital Israelita Albert Einstein ‚Äď Dezembro de 2010.
Número: 1199 / Publicado em 22/06/2012 - 21:00

Atendimento Pré-Hospitalar para Unidades Avançadas e Unidades Móveis.

Abrir arquivo em PDF

Protocolo de Alergia ao L√°tex.

Unidade de Anestesia.
Hospital Israelita Albert Einstein - Março de 2009.
Número: 1198 / Publicado em 22/06/2012 - 21:01

Alergia ao l√°tex √© qualquer rea√ß√£o imunomediada a prote√≠na do l√°tex, associada a sintomas cl√≠nicos. Sensibiliza√ß√£o pelo l√°tex √© definida como a presen√ßa de anticorpos Ig E ao l√°tex, mas sem manifesta√ß√Ķes cl√≠nicas.

Abrir arquivo em PDF

Protocolo de Atendimento de Rea√ß√£o Adversa a Medica√ß√Ķes.

Unidade de Anestesia.
Hospital Israelita Albert Einstein - Março de 2009.
Número: 1197 / Publicado em 22/06/2012 - 21:02

Rea√ß√£o Adversa a Medica√ß√Ķes segundo OMS: Uma resposta a droga que √© n√≥xica e n√£o intencional e ocorre em doses usualmente utilizadas no homem para profilaxia, diagn√≥stico ou terap√™utico de doen√ßas, ou para modifica√ß√£o de fun√ß√£o fisiol√≥gica.

Abrir arquivo em PDF

Protocolo de Consciência Durante Anestesia.

Unidade de Anestesia.
Hospital Israelita Albert Einstein - Março de 2009.
Número: 1196 / Publicado em 22/06/2012 - 21:02

A consci√™ncia durante anestesia geral √© um importante problema cl√≠nico na anestesiologia, seq√ľelas psicol√≥gicas importantes podem ocorrer ap√≥s um epis√≥dio de consci√™ncia durante anestesia, e afeta pacientes que podem ficar severamente incapacitados por longos per√≠odos de tempo. O objetivo √© identificar fatores de risco que podem ser associados com a consci√™ncia intraoperat√≥ria, proporcionar ferramentas para capacitar os m√©dicos a reduzir a freq√ľ√™ncia de consci√™ncia intraoperat√≥ria n√£o intencional, estimular a avalia√ß√£o de estrat√©gias que possam prevenir ou reduzir a freq√ľ√™ncia de consci√™ncia intraoperat√≥ria, e proporcionar orienta√ß√£o quanto ao uso de monitores de fun√ß√£o cerebral de modo a relacionar com consci√™ncia introperat√≥ria.

Abrir arquivo em PDF

Retirada de Cateter Peridural.

A A C N. Procedure Manual for Critical Care/American Association of Critical Care Nurse -1993
Hospital Israelita Albert Einstein - Março de 2009.
Número: 1195 / Publicado em 22/06/2012 - 21:03

Sistematizar a retirar do cateter peridural com segurança.

Abrir arquivo em PDF

Política de Sedação para Médicos Não Anestesiologistas.

Antonio Silva B. Neto
Hospital Israelita Albert Einstein - Março de 2009.
Número: 1194 / Publicado em 22/06/2012 - 21:04

Diretriz que expressa os limites entre os diferentes n√≠veis conceituais de seda√ß√£o (leve, moderada ou consciente e profunda), delineando cuidados desde o planejamento, execu√ß√£o e alta dos pacientes, baseado em evid√™ncias e par√Ęmetros cl√≠nicos, assim como habilita√ß√Ķes profissionais requeridas e condi√ß√Ķes estruturais para realiza√ß√£o dos procedimentos com seda√ß√£o no HIAE pelos m√©dicos n√£o especializados em anestesiologia.

Abrir arquivo em PDF

Anestesia e Sedação.

Antonio Silva B. Neto
Hospital Israelita Albert Einstein - Março de 2009.
Número: 1193 / Publicado em 22/06/2012 - 21:04

Diretriz que estabelece as normas e condi√ß√Ķes para a realiza√ß√£o de anestesia e seda√ß√£o no Hospital Israelita Albert Einstein, definindo as etapas do processo anest√©sico e os requisitos essenciais para a seguran√ßa, √©tica e qualidade.

Abrir arquivo em PDF

Rotinas de Processos: Código Amarelo.

Coordenador da Emergência.
Hospital dos Fornecedores de Cana de Piracicaba - 01/03/2010.
Número: 1191 / Publicado em 22/06/2012 - 21:08

Identificação e cuidado diferenciado de pacientes graves internados. Atendimento médico imediato na ocorrência de sinais de instabilidade clínica. Redução do acionamento do Código Azul.

Abrir arquivo em PDF

Protocolo de Atendimento a Pacientes em Situação de Emergência e Urgência - Código Amarelo.

Serviço de Emergência do HFCP.
Hospital dos Fornecedores de Cana de Piracicaba.
Número: 1190 / Publicado em 22/06/2012 - 21:09

A folha amarela deverá ser anexada no prontuário do paciente e a via branca deve ser levada pelo médico que atendeu e deixada na pasta de código amarelo na Sala de Emergência.

Abrir arquivo em PDF

Portal Saúde Direta - Footer
Atualizado em
14/09/2020
Saude-Direta-Facebook Saude-Direta-LinkedIN Saude-Direta-Twitter