Profissionais: 7132
Prontuários: 511673

Protocolos/Algoritmos/Diretrizes/Fluxogramas

Advertência: Estes artigos e resumos são protegidos pela Lei de Direitos Autorais (Lei 9.610/98), sendo vedada a sua transcrição sem citação da fonte e a sua reprodução com finalidades comerciais sem autorização dos autores.

Adobe Acrobat Reader
É necessário o Adobe Acrobat Reader instalado.

Eletroneuromiografia na Abordagem Diagnóstica das Neuropatias Periféricas.

Sociedade Brasileira de Neurofisiologia Clínica, Sociedade Brasileira de Medicina Física e Reabilitação.
Projeto Diretrizes - Associação Médica Brasileira e Conselho Federal de Medicina.
Número: 334 / Publicado em 09/03/2012 - 17:52

Quando um m√©dico, habilitado a executar uma ENMG se p√Ķe diante de seu cliente, a proposta n√£o √© simplesmente realizar um exame. A eletroneuromiografia, devido √† sua abrang√™ncia em termos de diagn√≥sticos poss√≠veis, devido √† sua variabilidade em termos dos testes a serem aplicados ao cliente e, principalmente, devido aos conhecimentos e habilidades exigidos do profissional, deve ser caracterizada como uma consultoria.

Abrir arquivo em PDF

Eletroneuromiografia e Potenciais Evocados.

Sociedade Brasileira de Medicina Física e Reabilitação, Sociedade Brasileira de Neurofisiologia Clínica.
Projeto Diretrizes - Associação Médica Brasileira e Conselho Federal de Medicina.
Número: 333 / Publicado em 09/03/2012 - 17:52

Os crit√©rios m√≠nimos aqui definidos seguiram par√Ęmetros da Associa√ß√£o Americana de Medicina Eletrodiagn√≥stica.

Abrir arquivo em PDF

Eczema de Contato: Diagnóstico e Tratamento

Sociedade Brasileira de Dermatologia.
Projeto Diretrizes - Associação Médica Brasileira e Conselho Federal de Medicina.
Número: 332 / Publicado em 09/03/2012 - 17:53

Eczema de contato ou dermatite de contato √© uma dermatose de etiologia ex√≥gena. √Č causada por agentes externos que, em contato com a pele, desencadeiam uma rea√ß√£o inflamat√≥ria, clinicamente caracterizada por se apresentar como um eczema.

Abrir arquivo em PDF

Dor Mamária: Diagnóstico e Tratamento.

Sociedade Brasileira de Mastologia, Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia.
Projeto Diretrizes - Associação Médica Brasileira e Conselho Federal de Medicina.
Número: 331 / Publicado em 09/03/2012 - 17:53

A preval√™ncia da dor mam√°ria √© vari√°vel segundo as diferentes estat√≠sticas e pode acometer cerca de 70% das mulheres, considerando-se um agravo cr√īnico √† sa√ļde. A dor mam√°ria pode ser classificada em dor c√≠clica (piora da dor no per√≠odo pr√©menstrual) e ac√≠clica (sem rela√ß√£o com o per√≠odo menstrual).

Abrir arquivo em PDF

Doen√ßa Pulmonar Obstrutiva Cr√īnica - DPOC.

Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia.
Projeto Diretrizes - Associação Médica Brasileira e Conselho Federal de Medicina.
Número: 330 / Publicado em 09/03/2012 - 17:54

A DPOC é uma doença caracterizada por desenvolvimento progressivo de limitação ao fluxo aéreo que não é totalmente reversível. A limitação do fluxo aéreo está associada à inalação de gases e partículas nocivas. O diagnóstico da DPOC se baseia em elementos obtidos da história clínica, do exame físico e dos exames complementares.

Abrir arquivo em PDF

Doença de Peyronie: Tratamento Clínico.

Sociedade Brasileira de Urologia
Projeto Diretrizes - Associação Médica Brasileira e Conselho Federal de Medicina.
Número: 329 / Publicado em 09/03/2012 - 17:54

Doen√ßa de Peyronie √© caracterizada pela forma√ß√£o de placas fibrosas na t√ļnica albug√≠nea, pode estar associada √† dor durante as ere√ß√Ķes e dificultar a penetra√ß√£o devido √† curvatura peniana, e ainda ocorrer disfun√ß√£o er√©til associada.

Abrir arquivo em PDF

Doença de Paget.

Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, Colégio Brasileiro de Radiologia ,Sociedade Brasileira de Reumatologia.
Projeto Diretrizes - Associação Médica Brasileira e Conselho Federal de Medicina.
Número: 328 / Publicado em 09/03/2012 - 17:55

√Č uma doen√ßa esquel√©tica localizada, monost√≥tica ou poliost√≥tica, caracterizada por um aumento da remodela√ß√£o √≥ssea, em que os principais s√≠tios comprometidos s√£o: v√©rtebras, ossos longos dos membros inferiores, p√©lvis e cr√Ęnio.

Abrir arquivo em PDF

Doença de Crohn Intestinal: Manejo.

Sociedade Brasileira de Coloproctologia, Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva, Sociedade Brasileira de Patologia, Colégio Brasileiro de Radiologia
Projeto Diretrizes - Associação Médica Brasileira e Conselho Federal de Medicina.
Número: 327 / Publicado em 09/03/2012 - 17:55

A doen√ßa de Crohn √© um processo inflamat√≥rio cr√īnico de etiologia ainda desconhecida, n√£o cur√°vel por tratamento cl√≠nico ou cir√ļrgico e que acomete o trato gastrointestinal de forma uni ou multifocal, de intensidade vari√°vel e transmural.

Abrir arquivo em PDF

Diverticulite: Diagnóstico e Tratamento.

Sociedade Brasileira de Coloproctologia Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva, Sociedade Brasileira de Infectologia, Sociedade Brasileira de Patologia, Colégio Brasileiro de Radiologia
Projeto Diretrizes - Associação Médica Brasileira e Conselho Federal de Medicina.
Número: 326 / Publicado em 09/03/2012 - 17:56

A diverticulose do intestino grosso refere-se √† presen√ßa de divert√≠culos no c√≥lon. A diverticulite significa a presen√ßa de inflama√ß√£o e de infec√ß√£o associadas aos divert√≠culos, mais frequentemente os localizados no c√≥lon sigm√≥ide. A doen√ßa diverticular corresponde ao conjunto de manifesta√ß√Ķes associ√°veis √† diverticulose, desde dor abdominal inespec√≠fica at√© a diverticulite complicada.

Abrir arquivo em PDF

Dispepsia N√£o-investigada: Diagn√≥stico e Tratamento na Aten√ß√£o Prim√°ria √† Sa√ļde.

Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade.
Projeto Diretrizes - Associação Médica Brasileira e Conselho Federal de Medicina.
Número: 325 / Publicado em 09/03/2012 - 17:57

A s√≠ndrome cl√≠nica de dispepsia √© caracterizada pela presen√ßa persistente ou recorrente de dor ou desconforto epig√°strico, com ou sem a presen√ßa dos seguintes sintomas: m√° digest√£o, pirose, regurgita√ß√£o, n√°usea, v√īmitos, saciedade precoce, eructa√ß√£o excessiva e sensa√ß√£o de digest√£o lenta.

Abrir arquivo em PDF

Portal Saúde Direta - Footer
Atualizado em
14/09/2020
Saude-Direta-Facebook Saude-Direta-LinkedIN Saude-Direta-Twitter