Profissionais: 7209
Prontuários: 574065

Protocolos/Algoritmos/Diretrizes/Fluxogramas

Advertência: Estes artigos e resumos são protegidos pela Lei de Direitos Autorais (Lei 9.610/98), sendo vedada a sua transcrição sem citação da fonte e a sua reprodução com finalidades comerciais sem autorização dos autores.

Adobe Acrobat Reader
É necessário o Adobe Acrobat Reader instalado.

Dismenorréia.

Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia.
Projeto Diretrizes - Associação Médica Brasileira e Conselho Federal de Medicina.
Número: 324 / Publicado em 09/03/2012 - 17:58

Dismenorréia é definida como dor pélvica pré-menstrual, com ou sem associação com sintomas sistêmicos. Sua incidência é de até 72% em mulheres com idade de 19 anos, em uma população urbana, com utilização de tratamento clínico em até 32% e 8% de perdas no trabalho ou esc escolar e outros.

Abrir arquivo em PDF

Preven√ß√£o da Aterosclerose ‚Äď Dislipidemia.

Sociedade Brasileira de Cardiologia.
Projeto Diretrizes - Associação Médica Brasileira e Conselho Federal de Medicina.
Número: 323 / Publicado em 09/03/2012 - 17:58

A aterosclerose é doença multifatorial na qual as dislipidemias são um fator de risco modificável. A diminuição do LDL-colesterol (LDL-C) em indivíduos sob risco diminui a morbi-mortalidade relacionada à aterosclerose coronariana.

Abrir arquivo em PDF

Disfun√ß√Ķes Miccionais em Doen√ßas Neurol√≥gicas: Infecciosas- Inflamat√≥rias-Degenerativas.

Sociedade Brasileira de Urologia.
Projeto Diretrizes - Associação Médica Brasileira e Conselho Federal de Medicina.
Número: 322 / Publicado em 09/03/2012 - 17:59

As disfun√ß√Ķes miccionais decorrentes de les√Ķes neurol√≥gicas est√£o relacionadas a altera√ß√Ķes de fun√ß√£o do detrusor, esf√≠ncter externo e/ou associa√ß√Ķes. Em uma classifica√ß√£o topogr√°fica, as les√Ķes neurol√≥gicas podem ser divididas em suprapontinas, medulares e subsacrais (cauda eq√ľina e nervos perif√©ricos).

Abrir arquivo em PDF

Disfunção Erétil: Tratamento com Drogas Inibidoras da Fosfodiesterase Tipo 5.

Sociedade Brasileira de Urologia.
Projeto Diretrizes - Associação Médica Brasileira e Conselho Federal de Medicina.
Número: 321 / Publicado em 09/03/2012 - 17:59

Disfun√ß√£o er√©til (DE) √© a incapacidade recorrente e persistente em ter e/ou manter uma ere√ß√£o peniana para uma rela√ß√£o sexual satisfat√≥ria. √Č uma entidade cl√≠nica de grande preval√™ncia e o tratamento oral √© considerado o de primeira linha.

Abrir arquivo em PDF

Disfunção do Trato Urinário Inferior.

Sociedade Brasileira de Urologia.
Projeto Diretrizes - Associação Médica Brasileira e Conselho Federal de Medicina.
Número: 320 / Publicado em 09/03/2012 - 18:00

A disfun√ß√£o do trato inferior √© definida como a presen√ßa de sintomas de urg√™ncia miccional e/ou urge-incontin√™ncia, na aus√™ncia de infec√ß√£o urin√°ria, altera√ß√Ķes neurol√≥gicas e anormalidades anat√īmicas envolvendo a bexiga e uretra.

Abrir arquivo em PDF

Diabetes Mellitus: Uso de √Ācido Acetilsalic√≠lico (AAS).

Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia.
Projeto Diretrizes - Associação Médica Brasileira e Conselho Federal de Medicina.
Número: 319 / Publicado em 09/03/2012 - 18:00

Diabetes mellitus √© associado com grande aumento da preval√™ncia de doen√ßa arterial coronariana. As complica√ß√Ķes cardiocirculat√≥rias representam a maior causa de morbidade e mortalidade nestes pacientes, sendo o risco de mortalidade por doen√ßa cardiovascular tr√™s vezes maior em homens diab√©ticos sem outros fatores de risco.

Abrir arquivo em PDF

Diabetes Mellitus: Tratamento Medicamentoso.

Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia.
Projeto Diretrizes - Associação Médica Brasileira e Conselho Federal de Medicina.
Número: 318 / Publicado em 09/03/2012 - 18:01

O tratamento medicamentoso do diabetes tipo 2 deve ser iniciado quando as recomenda√ß√Ķes nutricionais e de atividade f√≠sica n√£o forem eficazes para manter os n√≠veis de HbA1c inferiores a 7,0, mesmo em pacientes sem queixas, com boa qualidade de vida, e aderentes √†s orienta√ß√Ķes nutricionais e de atividade f√≠sica.

Abrir arquivo em PDF

Diabetes Mellitus: Tratamento da Hipertens√£o Arterial.

Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia Sociedade Brasileira de Nefrologia.
Projeto Diretrizes - Associação Médica Brasileira e Conselho Federal de Medicina.
Número: 317 / Publicado em 09/03/2012 - 18:02

A hipertens√£o arterial (HA) √© definida como n√≠veis press√≥ricos iguais ou maiores de 140/90 mmHg. Diab√©ticos, contudo, devem ser tratados para se manter uma press√£o arterial < 130/80 mmHg. Em diab√©ticos tipo 2 ou em indiv√≠duos com glicemia de jejum > 110 mg/dL, a HA est√° freq√ľentemente associada √† resist√™ncia √† insulina, dislipidemia e obesidade central, constituindo um dos crit√©rios diagn√≥sticos da s√≠ndrome metab√≥lica e, em diab√©ticos tipo 1, geralmente est√° associada a nefropatia.

Abrir arquivo em PDF

Diabetes Mellitus: Recomenda√ß√Ķes Nutricionais.

Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia Sociedade Brasileira de Nefrologia.
Projeto Diretrizes - Associação Médica Brasileira e Conselho Federal de Medicina.
Número: 316 / Publicado em 09/03/2012 - 18:02

As pesquisas apontam que não só a quantidade de carboidrato é importante, mas a qualidade é determinante da resposta glicêmica.

Abrir arquivo em PDF

Diabetes Mellitus: Prevenção e Tratamento da Retinopatia.

Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, Conselho Brasileiro de Oftalmologia
Projeto Diretrizes - Associação Médica Brasileira e Conselho Federal de Medicina.
Número: 315 / Publicado em 09/03/2012 - 18:02

A retinopatia diab√©tica √© uma das desordens microvasculares mais comuns causada pelo diabetes mellitus e est√° entre as principais causas de perda visual, nos Estados Unidos da Am√©rica do Norte. √Č comum tanto no diabetes tipo 1, quanto no tipo 2 e est√° presente em quase todos os pacientes diab√©ticos tipo 1, ap√≥s 15 anos do diagn√≥stico.

Abrir arquivo em PDF

Portal Saúde Direta - Footer
Atualizado em
14/09/2020
Saude-Direta-Facebook Saude-Direta-LinkedIN Saude-Direta-Twitter