Profissionais: 7152
Prontuários: 522066

Protocolos/Algoritmos/Diretrizes/Fluxogramas

Advertência: Estes artigos e resumos são protegidos pela Lei de Direitos Autorais (Lei 9.610/98), sendo vedada a sua transcrição sem citação da fonte e a sua reprodução com finalidades comerciais sem autorização dos autores.

Adobe Acrobat Reader
É necessário o Adobe Acrobat Reader instalado.

Protocolo Clínico e de Regulação para Lombalgia

Helton Luiz Aparecido Defino, Carlos Fernando Pereira da Silva Herrero
Faculdade de Medicina de Ribeir√£o Preto ‚Äď Universidade de S√£o Paulo.
Número: 2183 / Publicado em 03/04/2012 - 10:38

A lombalgia por defini√ß√£o √© a manifesta√ß√£o de dor, espasmo muscular ou rigidez localizada abaixo da margem costal e acima da prega gl√ļtea inferior, associada ou n√£o √† irradia√ß√£o para o membro inferior. A lombalgia √© apenas um sintoma, e pode ser a manifesta√ß√£o cl√≠nica de diferentes doen√ßas localizadas na coluna vertebral ou outros √≥rg√£os (rins/ureteres, p√Ęncreas, duodeno).

Abrir arquivo em PDF

Protocolo Clínico e de Regulação para Dor Abdominal Aguda no Adulto e Idoso

Gerson Alves Pereira J√ļnior, Jos√© Sebasti√£o dos Santos
Faculdade de Medicina de Ribeir√£o Preto ‚Äď Universidade de S√£o Paulo.
Número: 2182 / Publicado em 03/04/2012 - 10:36

A dor abdominal aguda √© uma queixa freq√ľente em pacientes que procuram as Unidades B√°sicas de Sa√ļde (UBS)/Pronto-atendimentos (PA). A maioria dos casos tem evolu√ß√£o favor√°vel, mas uma pequena porcentagem dos pacientes apresentam risco de vida ou necessitam de tratamento cir√ļrgico.

Abrir arquivo em PDF

Protocolo Clínico e de Regulação para Disfagia no Adulto e Idoso

Gustavo de Assis Mota, Ajith Kumar Sankarankutty, Rafael Kemp, José Sebastião dos Santos
Faculdade de Medicina de Ribeir√£o Preto ‚Äď Universidade de S√£o Paulo.
Número: 2181 / Publicado em 03/04/2012 - 10:33

A disfagia √© um sintoma caracterizado pela dificuldade de transfer√™ncia do alimento da boca para o est√īmago e pode ser alta (referida na base do pesco√ßo), m√©dia (atr√°s do esterno) e baixa (na proje√ß√£o do ap√™ndice xif√≥ide). O diagn√≥stico etiol√≥gico, com base apenas na hist√≥ria cl√≠nica pode ser feito em cerca de 80% dos casos e esse valor torna-se ainda maior com a realiza√ß√£o do esofagograma.

Abrir arquivo em PDF

Protocolo Clínico e de Regulação para Abordagem do Diabetes mellitus Descompensado na Criança

Rodrigo Custodio, Palmira Cupo
Faculdade de Medicina de Ribeir√£o Preto ‚Äď Universidade de S√£o Paulo.
Número: 2180 / Publicado em 03/04/2012 - 10:30

O Diabetes Mellitus (DM) √© uma s√≠ndrome metab√≥lica cr√īnica que tem como principal achado a presen√ßa de hiperglicemia. Dentre as suas diversas etiologias, o DM tipo 1 cursa com destrui√ß√£o auto-imune das c√©lulas ő≤ pancre√°ticas e, consequentemente, defici√™ncia absoluta da produ√ß√£o de insulina. O DM tipo 1 √© a forma mais comum de DM na inf√Ęncia e sua incid√™ncia √© bastante vari√°vel em diversas regi√Ķes do mundo.

Abrir arquivo em PDF

Protocolo Clínico e de Regulação para Abordagem do Diabetes mellitus Descompensado no Adulto/Idoso

José Carlos dos Santos
Faculdade de Medicina de Ribeir√£o Preto ‚Äď Universidade de S√£o Paulo.
Número: 2179 / Publicado em 03/04/2012 - 10:25

O n√ļmero de pessoas diab√©ticas est√° aumentando devido ao crescimento e envelhecimento populacional, √† crescente urbaniza√ß√£o e ao aumento da preval√™ncia de obesidade e sedentarismo e, tamb√©m, √† maior sobrevida dos pacientes com DM.

Abrir arquivo em PDF

Protocolo Clínico e de Regulação para Dificuldade Visual em Adultos e Idosos

Jayter Silva de Paula, João Marcello Fortes Furtado, Fabiano Cade Jorge, Eduardo Melani Rocha, Luciane Loures dos Santos, Maria de Lourdes Veronese Rodrigues, Christine Mae Morello Abbud, José Sebastião dos Santos
Faculdade de Medicina de Ribeir√£o Preto ‚Äď Universidade de S√£o Paulo.
Número: 2178 / Publicado em 03/04/2012 - 10:26

Na América Latina, a prevalência de cegueira é estimada em 0,3% e há cerca de 1,7% das pessoas com baixa visão. Quanto às causas de cegueira, 40% dos casos são decorrentes de catarata, 15% de glaucoma, 7% de retinopatia diabética, 6,4% de cegueira infantil (incluindo retinopatia da prematuridade e catarata congênita, dentre outras).

Abrir arquivo em PDF

Protocolo Clínico e de Regulação para Apnéia no Adulto (SAOS)

Fabiana C P Valera, Alan Eckeli, Heidi H Sander, Daniel S Kupper, Geruza A Silva, Regina M F Fernandes
Faculdade de Medicina de Ribeir√£o Preto ‚Äď Universidade de S√£o Paulo.
Número: 2177 / Publicado em 03/04/2012 - 10:21

A S√≠ndrome da Apn√©ia Obstrutiva do Sono (SAOS) √© caracterizada por obstru√ß√£o recorrente das vias a√©reas superiores durante o sono. A preval√™ncia da SAOS varia de 0,8 a 24% na popula√ß√£o geral, sendo compar√°vel a outras doen√ßas cr√īnicas como hipertens√£o arterial, epilepsia e doen√ßa pulmonar obstrutiva cr√īnica (DPOC). Esta doen√ßa tem merecido cada vez mais a aten√ß√£o do sistema de sa√ļde em virtude da sua morbidez e do crescente conhecimento das doen√ßas associadas a ela.

Abrir arquivo em PDF

Protocolo Clínico e de Regulação para Icterícia no Adulto e Idoso

José Sebastião dos Santos, Rafael Kemp, Ajith Kumar Sankarankutty
Faculdade de Medicina de Ribeir√£o Preto ‚Äď Universidade de S√£o Paulo.
Número: 2176 / Publicado em 03/04/2012 - 10:21

Os pacientes adultos e idosos com icter√≠cia que buscam os servi√ßos de sa√ļde podem apresentar-se, na maioria das vezes, com quatro cen√°rios distintos. Os pacientes que est√£o conscientes e est√°veis e apresentam icter√≠cia sem dor e sem febre podem ter a avalia√ß√£o e o tratamento programados. Desse grupo, aqueles que possuem ves√≠cula palp√°vel podem apresentar neoplasia periampolar e devem ser encaminhados para um servi√ßo de cirurgia digestiva em hospital terci√°rio; os demais precisam ser submetidos a exames bioqu√≠micos e de imagem para definir se a doen√ßa √© de abordagem cl√≠nica ou cir√ļrgica.

Abrir arquivo em PDF

Protocolo de Seleção e Adaptação de Prótese Auditiva para Indivíduos Adultos e Idosos

Juliana Harumi Iwahashi, Isabela de Souza Jardim, Carina St√°bile Sizenando, Ricardo Ferreira Bento
Arq. Int. Otorrinolaringol. 2011;15(2):214-222.
Número: 2175 / Publicado em 03/04/2012 - 10:12

O protocolo fonoaudiol√≥gico de sele√ß√£o e adapta√ß√£o da pr√≥tese auditiva para adultos e idosos demonstra que um maior n√ļmero de informa√ß√Ķes coletadas propicia melhor orienta√ß√£o da expectativa real e maior efetividade no aconselhamento ao uso da pr√≥tese auditiva, favorecendo, desta maneira, o desempenho auditivo, a satisfa√ß√£o e o benef√≠cio do indiv√≠duo.

Abrir arquivo em PDF

Manual de Sa√ļde do Idoso

Departamento de Atendimento B√°sico - Secretaria Municipal de Sa√ļde
Prefeitura Municipal de Santos - SP - Abril 2003
Número: 2174 / Publicado em 03/04/2012 - 10:01

O Manual de Sa√ļde do Idoso √© mais um passo dado nesse cuidado com pessoas t√£o especiais e vai ajud√°-las no entendimento de algumas doen√ßas pr√≥prias da terceira idade, al√©m de cuidados que devem ser tomados preventivamente, em rela√ß√£o a diabetes, hipertens√£o, nutri√ß√£o, osteoporose, quedas, sa√ļde bucal, depress√£o e vacina√ß√£o. A publica√ß√£o, escrita em linguagem acess√≠vel, na forma de perguntas e respostas, traz tamb√©m informa√ß√Ķes importantes para uma vida saud√°vel, entre elas, o direito √† sexualidade.

Abrir arquivo em PDF

Portal Saúde Direta - Footer
Atualizado em
14/09/2020
Saude-Direta-Facebook Saude-Direta-LinkedIN Saude-Direta-Twitter