Profissionais: 7152
Prontuários: 520352

Protocolos/Algoritmos/Diretrizes/Fluxogramas

Advertência: Estes artigos e resumos são protegidos pela Lei de Direitos Autorais (Lei 9.610/98), sendo vedada a sua transcrição sem citação da fonte e a sua reprodução com finalidades comerciais sem autorização dos autores.

Adobe Acrobat Reader
É necessário o Adobe Acrobat Reader instalado.

Pneumonia Adquirida na Comunidade

Paulo Chauvet, Walter Costa, Anamelia C. Faria
Revista Hospital Universit√°rio Pedro Ernesto, UERJ - Ano 9, Julho a Dezembro de 2010
Número: 2430 / Publicado em 19/05/2012 - 08:07

A pneumonia adquirida na comunidade é uma grande causa de morbidade, mortalidade e custos. Nesta revisão, enfocamos os aspectos clínicos, o diagnóstico e o tratamento da pneumonia em pacientes adultos imunocompetentes, com particular atenção aos mais recentes avanços nesta área.

Abrir arquivo em PDF

Asma Br√īnquica

Eduardo Costa de Freitas Silva
Revista do Hospital Universit√°rio Pedro Ernesto, UERJ - Ano 7, Julho / Dezembro de 2008
Número: 2429 / Publicado em 19/05/2012 - 08:04

A asma br√īnquica √© uma doen√ßa cr√īnica caracterizada por inflama√ß√£o da via a√©rea, hiper-responsividade br√īnquica e crises de broncoespasmo com obstru√ß√£o revers√≠vel ao fluxo a√©reo. O artigo faz uma revis√£o de sua epidemiologia, etiopatogenia e fisiopatologia, diagn√≥stico cl√≠nico, funcional e da alergia, diagn√≥stico diferencial, classifica√ß√£o pela gravidade inicial e pelos n√≠veis de controle e, finalmente, de seu tratamento atual na crise e fora da crise.

Abrir arquivo em PDF

Colecistite Aguda: Diagnóstico e Tratamento

Maria Cristina A. Maya, Roberto G. Freitas, Marcos B. Pitombo, André Ronay
Revista do Hospital Universit√°rio Pedro Ernesto, UERJ - Ano 8, Janeiro / Junho de 2009
Número: 2428 / Publicado em 19/05/2012 - 08:00

A colecistite ainda √© uma das doen√ßas mais frequentes nas emerg√™ncias em todo o mundo. A obstru√ß√£o do ducto biliar por um c√°lculo, em 90% dos casos, leva √† inflama√ß√£o aguda da ves√≠cula na maioria dos casos. Surge uma c√≥lica que logo se transforma em uma dor intensa no hipoc√īndrio direito, n√°useas, v√īmitos e febre em 70% dos pacientes.

Abrir arquivo em PDF

O Tratamento na Fibrose C√≠stica e suas Complica√ß√Ķes

Marcos C√©sar Santos de Castro, M√īnica de C√°ssia Firmida
Revista do Hospital Universit√°rio Pedro Ernesto, UERJ - Ano 10, Outubro / Dezembro de 2011
Número: 2427 / Publicado em 19/05/2012 - 07:56

A fibrose c√≠stica √© uma complexa doen√ßa gen√©tica que se caracteriza por afetar diversos √≥rg√£os. A doen√ßa apresenta predile√ß√£o pelos sistemas respirat√≥rio e digest√≥rio, manifestando-se clinicamente por quadro pulmonar obstrutivo cr√īnico e supurativo, al√©m de altera√ß√£o absortiva do trato gastrointestinal. Este artigo traz uma revis√£o do tratamento da fibrose c√≠stica e de suas complica√ß√Ķes, e apresenta novas perspectivas terap√™uticas.

Abrir arquivo em PDF

Insuficiência Cardíaca Aguda

Camila dos S. M. de Souza, Carlos N. Pires, Ricardo M. Rocha
Revista do Hospital Universit√°rio Pedro Ernesto, UERJ - Ano 7, Julho / Dezembro de 2008
Número: 2426 / Publicado em 19/05/2012 - 07:50

A insufici√™ncia card√≠aca (IC) √© a via final comum da maioria das cardiopatias. Sua preval√™ncia √© crescente, com altos √≠ndices de hospitaliza√ß√£o, relacionando-se com elevada morbi-mortalidade. Nesse cap√≠tulo, atualizaremos o tratamento da IC aguda ou descompensada, grande desafio na condu√ß√£o dos pacientes, nos quais temos por objetivo maior, al√©m do controle dos sintomas, utilizar interven√ß√Ķes que contribuam com a preven√ß√£o da morte e melhora da qualidade de vida.

Abrir arquivo em PDF

Protocolo de Atendimento da Insuficiência Cardíaca nas Unidades de Pronto Atendimento

Fernando Bacal, Sandrigo Mangini, Luciano Monte Alegre Forlenza, Tatiana de Fátima Gonçalves Galvão, Alessandra da Graça Correa, Marcia Makdisse
Hospital Israelita Albert Einstein - 2012
Número: 2425 / Publicado em 16/05/2012 - 20:50

Com base em achados de exame f√≠sico, √† beira do leito, √© poss√≠vel definir de maneira simplificada e objetiva o perfil cl√≠nico-hemodin√Ęmico, com vistas a orientar a terap√™utica da insufici√™ncia card√≠aca descompensada (ICD), bem como estratificar seu risco, utilizando par√Ęmetros de congest√£o e perfus√£o.

Abrir arquivo em PDF

Medicamentos Fracionados [Guia para Prescritores]

Ag√™ncia Nacional de Vigil√Ęncia Sanit√°ria - ANVISA
Minist√©rio da Sa√ļde - Bras√≠lia / DF - 2006
Número: 2423 / Publicado em 16/05/2012 - 08:45

Guia sobre Medicamentos Fracionados: Seu objetivo √© esclarecer d√ļvidas sobre os principais aspectos relacionados ao fracionamento e auxiliar na compreens√£o das condi√ß√Ķes t√©cnicas e operacionais estabelecidas na regulamenta√ß√£o do tema pela Anvisa.

Abrir arquivo em PDF

Manual do Prescritor

Hospital de Clínicas - Porto Alegre - RS
Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Número: 2422 / Publicado em 16/05/2012 - 08:41

O presente manual destina-se aos profissionais habilitados à prescrição de medicamentos no Hospital de Clínicas de Porto Alegre e tem por objetivo definir e divulgar as boas práticas de prescrição na instituição, orientando, basicamente, a prescrição de medicamentos para pacientes hospitalizados. Na sua elaboração foram considerados, além de aspectos técnico, legais e éticos, fatores e particularidades locais referentes ao uso de medicamentos, incluindo recursos humanos e tecnológicos disponíveis, perfil assistencial e políticas institucionais.

Abrir arquivo em PDF

e-Patients: How They Can Help Us Heal Healthcare

Tom Ferguson
e-Patients Scholars Working Group
Número: 2421 / Publicado em 16/05/2012 - 07:54

Artigo sobre Patient empowerment.

Abrir arquivo em PDF

Algoritmo para Tratamento da Fibrilação Ventricular (FV) e Taquicardia Ventricular (TV) sem Pulso

Tratamento do IAM
SOCERJ
Número: 2420 / Publicado em 12/05/2012 - 11:16

As doen√ßas cardiocirculat√≥rias s√£o respons√°veis pela maioria dos √≥bitos na popula√ß√£o adulta. No Estado do Rio de Janeiro 33,6% de todos os √≥bitos t√™m como causa doen√ßas do aparelho cardiocirculat√≥rio e este n√ļmero chega √† 37,9% quando focamos apenas a popula√ß√£o com mais de 35 anos de idade independente do sexo.

Abrir arquivo em PDF

Portal Saúde Direta - Footer
Atualizado em
14/09/2020
Saude-Direta-Facebook Saude-Direta-LinkedIN Saude-Direta-Twitter