Profissionais: 7122
Prontuários: 505501

Protocolos/Algoritmos/Diretrizes/Fluxogramas

Advertência: Estes artigos e resumos são protegidos pela Lei de Direitos Autorais (Lei 9.610/98), sendo vedada a sua transcrição sem citação da fonte e a sua reprodução com finalidades comerciais sem autorização dos autores.

Adobe Acrobat Reader
É necessário o Adobe Acrobat Reader instalado.

Projeto de Saúde do Homem - Perfil Laboratorial - Parte I

Coleção Saúde do Homem
Sociedade Brasileira de Urologia – Secção São Paulo - 2009
Número: 2379 / Publicado em 26/04/2012 - 09:12

Estão relacionados os principais exames laboratoriais utilizados no homem, algumas características, indicações e valores de referências. Para isso, foram divididos em exames mais solicitados de rotina (parte 1), outros exames importantes para a prática urológica relacionados à saúde do homem (parte 2) e, por último, investigação metabólica de pacientes com litíase renal (parte 3).

Abrir arquivo em PDF

Ultra-Sonografia nas Tireoidites

Maria Cristina Chammas
Radiol Bras 2007;40(2):V–VI
Número: 2378 / Publicado em 26/04/2012 - 08:28

Caso o exame conclua que não se caracteriza nódulo verdadeiro, recomenda-se que estas alterações hipoecogênicas sejam descritas, evitando-se a terminologia “nódulo” e preferindo-se a nomenclatura “área hipoecogênica mal definida” ou similar. Esta medida cautelosa é importante, uma vez que diante do relatório ultra-sonográfico taxativo da existência de nódulo, o médico será obrigado a prosseguir na investigação diagnóstica.

Abrir arquivo em PDF

Exames de Rotina para Prevenção de Doenças

Academia Norte-Americana de Médicos de Família/Clínica Mayo, USA
http://www.reservaer.com.br/saude/prevencao.html
Número: 2377 / Publicado em 25/04/2012 - 17:21

O que a medicina atual preconiza em termos de prevenção das doenças é o chamado "check-up personalizado". É um procedimento médico cuja finalidade é detectar doenças antes que elas se manifestem clinicamente, ou seja, enquanto o indivíduo não apresenta nenhum sintoma.

Abrir arquivo em PDF

Drogas Psicotrópicas: Parte IV - Esteróides Anabolizantes

Centro Brasileiro de Informações sobre Drogas Psicotrópicas - CEBRID
Secretaria Nacional Antidrogas – SENAD - 2007
Número: 2376 / Publicado em 24/04/2012 - 08:20

Aborda: Esteróides Anabolizantes.

Abrir arquivo em PDF

Drogas Psicotrópicas: Parte III - Drogas Pertubadoras do Sistema Nervoso Central

Centro Brasileiro de Informações sobre Drogas Psicotrópicas - CEBRID
Secretaria Nacional Antidrogas – SENAD - 2007
Número: 2375 / Publicado em 24/04/2012 - 08:28

Aborda: Maconha, Cogumelos e Plantas Alucinógenas, Perturbadores Alucinógenos Sintéticos, Êxtase (MDMA), Anticolinérgicos.

Abrir arquivo em PDF

Drogas Psicotrópicas: Parte II - Drogas Estimulantes do Sistema Nervoso Central

Centro Brasileiro de Informações sobre Drogas Psicotrópicas - CEBRID
Secretaria Nacional Antidrogas – SENAD - 2007
Número: 2374 / Publicado em 24/04/2012 - 08:24

Aborda: Anfetaminas, Cocaína, Tabaco.

Abrir arquivo em PDF

Drogas Psicotrópicas: Parte I - Drogas Depressoras do Sistema Nervoso Central

Centro Brasileiro de Informações sobre Drogas Psicotrópicas - CEBRID
Secretaria Nacional Antidrogas – SENAD - 2007
Número: 2373 / Publicado em 24/04/2012 - 08:26

Aborda: Bebidas Alcoólicas, Solventes ou Inalantes, Tranquilizantes ou Ansiolíticos, Calmantes e Sedativos, Ópio e Morfina, Xaropes e Gotas para Tosse.

Abrir arquivo em PDF

Influenza

Secretaria de Vigilância em Saúde e Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde
Ministério da Saúde - 2006
Número: 2372 / Publicado em 22/04/2012 - 20:39

Este material contém informações técnicas resumidas sobre a influenza, doença que acomete distintas espécies animais e que, a intervalos de tempo que não podem ser previstos com exatidão, pode se manifestar na forma de pandemias.

Abrir arquivo em PDF

Notificação de Maus-Tratos contra Crianças e Adolescentes

Secretaria de Estado de Saúde de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo - São Paulo - 2004
Número: 2371 / Publicado em 22/04/2012 - 20:22

Os profissionais de saúde, preocupados com a garantia dos direitos das crianças e adolescentes e comprometidos com a promoção da saúde da população, muitas vezes sentem dúvidas quanto à maneira mais correta de agir. O estabelecimento de normas técnicas e de rotinas de procedimento para orientação desses profissionais tornou-se, portanto, uma demanda para apoiá-los no diagnóstico, registro e notificação desses casos de violência, como medidas iniciais para um atendimento de proteção às vítimas e de apoio a suas famílias.

Abrir arquivo em PDF

Monitorização das Doenças Diarréicas Agudas

Secretaria de Estado da Saúde. Coordenadoria de Controle de Doenças. Centro de Vigilância Epidemiológica “Prof. Alexandre Vranjac”.
Governo do Estado de São Paulo - 2002
Número: 2370 / Publicado em 22/04/2012 - 20:18

A diarréia aguda é uma síndrome clínica de diversas etiologias que se caracteriza por alterações do volume, consistência e freqüência das fezes, mais comumente associada com a liquidez das fezes e o aumento no número de evacuações.

Abrir arquivo em PDF

Portal Saúde Direta - Footer
Atualizado em
14/09/2020
Saude-Direta-Facebook Saude-Direta-LinkedIN Saude-Direta-Twitter