Profissionais: 7136
Prontuários: 513458

Protocolos/Algoritmos/Diretrizes/Fluxogramas

Advertência: Estes artigos e resumos são protegidos pela Lei de Direitos Autorais (Lei 9.610/98), sendo vedada a sua transcrição sem citação da fonte e a sua reprodução com finalidades comerciais sem autorização dos autores.

Adobe Acrobat Reader
É necessário o Adobe Acrobat Reader instalado.

Stents Farmacológicos e Stents Metálicos no Tratamento da Doença Arterial Coronariana.

Ag√™ncia Nacional de Vigil√Ęncia Sanit√°ria - ANVISA.
Boletim Brasileiro de Avalia√ß√£o de Tecnologias em Sa√ļde - Ano IV n¬ļ 8 Junho de 2009.
Número: 1248 / Publicado em 18/03/2012 - 21:08

Dentre as op√ß√Ķes terap√™uticas dispon√≠veis atualmente para o tratamento dessa patologia, os stents t√™m assumido papel de destaque, com utiliza√ß√£o crescente pelos sistemas de sa√ļde de v√°rios pa√≠ses. Entretanto, este √© um procedimento oneroso, especialmente pelo custo do pr√≥prio stent. Est√£o dispon√≠veis no mercado dois tipos principais de stents: stents met√°licos (SMS) e stents com revestimento farmacol√≥gico (SF). Este boletim tem como objetivo avaliar os aspectos relacionados √† efic√°cia, seguran√ßa, efetividade e rela√ß√£o de custo-efetividade comparativa entre esses dois tipos de stents.

Abrir arquivo em PDF

Leptospirose: Manejo e Diagnóstico Clínico.

Divisão de Doenças Transmitidas por Vetores e Zoonoses
dvzoo@saude.sp.gov.br
Número: 1247 / Publicado em 18/03/2012 - 21:26

A Leptospirose √© doen√ßa sist√™mica aguda, causada por uma bact√©ria do g√™nero Leptospira, acometendo o homem e os animais e caracterizada por intensa vasculite. √Č doen√ßa de notifica√ß√£o compuls√≥ria que ocorre durante o ano todo, por√©m sua maior incid√™ncia se d√° nos meses de ver√£o, devido √†s chuvas e enchentes que ocorrem esta √©poca do ano e, consequentemente, ao contato humano com urina de roedores contaminada com a bact√©ria.

Abrir arquivo em PDF

Fluxograma de Atendimento de Pacientes com Suspeita de Leptospirose.

Centro de Vigil√Ęncia Epidemiol√≥gica CVE
http://www.cve.saude.sp.gov.br/
Número: 1246 / Publicado em 18/03/2012 - 21:24

Febre, cefaléia e mialgia + antecedente epidemiológico sugestivo.

Abrir arquivo em PDF

Protocolo de Condutas no Primeiro Atendimento de Pacientes com Suspeita de Leptospirose e com Sinais de Alerta.

Centro de Vigil√Ęncia Epidemiol√≥gica CVE
http://www.cve.saude.sp.gov.br/
Número: 1245 / Publicado em 18/03/2012 - 21:27

Avaliação do primeiro atendimento, exames e condutas.

Abrir arquivo em PDF

Profilaxia para Tromboembolia Venosa em um Hospital Geral (TEV).

Fuzinatto F, Wajner A, Waldemar FS, Hopf JLS, Schuh JF, Menna-Barreto SS
J Bras Pneumol. 2011;37(2):160-167
Número: 1244 / Publicado em 18/03/2012 - 21:29

Os dados demonstram que quase a totalidade dos pacientes do hospital estava em risco para TEV e que menos da metade deles recebeu profilaxia adequada, dados esses semelhantes aos da literatura. A inadequação da profilaxia é surpreendentemente maior em pacientes de alto risco.

Abrir arquivo em PDF

Prescri√ß√£o M√©dica: Orienta√ß√Ķes Adequadas para o Uso de Medicamentos?

Alyne da Silva Portela, M√īnica Oliveira da Silva Sim√Ķes, Sayonara Maria Lia Fook, Asdr√ļbal N√≥brega Montenegro Neto, Paulo C√©sar Dantas da Silva.
Universidade Estadual da Paraíba. Campus Universitário. 2008.
Número: 1243 / Publicado em 18/03/2012 - 21:31

A utiliza√ß√£o irracional de medicamentos proporciona n√£o s√≥ perdas de ordem econ√īmica para o governo e/ou o indiv√≠duo, mas tamb√©m pode produzir malef√≠cios no √Ęmbito sanit√°rio, atrav√©s do aumento das rea√ß√Ķes adversas, estas muitas vezes graves2. A prescri√ß√£o m√©dica √© um dos pilares cruciais que devem ser trabalhados na busca incessante do uso racional de medicamentos.

Abrir arquivo em PDF

Doenças Reumáticas - Artrite Reumatóide.

Sociedade de Reumatologia do Rio de Janeiro - SRRJ.
http://www.reumatorj.com.br/publica/reumatismo.php
Número: 1242 / Publicado em 22/06/2012 - 19:57

Artrite Reumat√≥ide √© uma doen√ßa comum das articula√ß√Ķes caracterizada por inflama√ß√Ķes freq√ľentes de v√°rias juntas. A maioria das pessoas que t√™m reumat√≥ide s√£o mulheres embora homens tamb√©m possam ter este problema. Geralmente os pacientes chegam ao consult√≥rio do m√©dico queixando-se de dor nos dedos da m√£os, punhos cotovelos, ombros e joelhos, por√©m outras juntas tamb√©m podem estar doloridas como as articula√ß√Ķes dos p√©s. A dor geralmente acontece nos dois lados do corpo, tanto √† direita, quanto √† esquerda. Por exemplo, doem as duas m√£os, os dois ombros ou os dois joelhos.

Abrir arquivo em PDF

Doenças Reumáticas - Lombalgia.

Sociedade de Reumatologia do Rio de Janeiro - SRRJ.
www.reumatorj.com.br
Número: 1241 / Publicado em 22/06/2012 - 19:58

A dor na regi√£o lombar, independentemente da causa, recebe o nome de lombalgia. A lombalgia pode ser classificada em dois tipos: aguda e cr√īnica. Ambas podem ser altamente incapacitantes para as atividades da vida di√°ria, do trabalho, do lazer e do esporte.

Abrir arquivo em PDF

Qual a Efetividade da Acupuntura no Tratamento da Lombalgia?

Furlan AD, van Tulder MW, Cherkin DC, Tsukayama
The Cochrane Database of Systematic Reviews 2005
Número: 1240 / Publicado em 18/03/2012 - 21:33

Embora a dor lombar seja geralmente uma doen√ßa auto-limitante e benigna que tende a melhorar espontaneamente com o tempo, uma grande variedade de interven√ß√Ķes terap√™uticas est√£o dispon√≠veis para seu tratamento. Os dados n√£o permitem conclus√Ķes firmes sobre a efetividade da acupuntura para dor lombar. Para a dor lombar cr√īnica, a acupuntura √© mais efetiva para o al√≠vio de dor e melhora funcional do que nenhum tratamento ou tratamento placebo imediatamente ap√≥s o tratamento e a curto prazo apenas. A acupuntura √© mais efetiva que outros tratamentos convencionais e ‚Äúalternativos‚ÄĚ. Os dados sugerem que a acupuntura e a terapia com agulhas em trigger points podem ser adjuntos √ļteis a outras terapias para dor lombar cr√īnica. Devida √† maioria dos estudos serem de baixa qualidade metodol√≥gica, certamente existe uma necessidade de ensaios cl√≠nicos de alta qualidade nesta √°rea.

Abrir arquivo em PDF

Pesquisa Especial de Tabagismo - PETab.

Global Adult Tobacco Survey - GATS. Sum√°rio Executivo - Brasil 2008.
Minist√©rio da Sa√ļde - Mar√ßo 2010
Número: 1239 / Publicado em 22/06/2012 - 20:01

A Global Adult Tobacco Survey - GATS √© uma pesquisa que segue um modelo global para o monitoramento sistem√°tico do uso de tabaco (fumado ou n√£o fumado) e para o acompanhamento de indicadores-chave de controle do tabaco. No Brasil, recebeu a denomina√ß√£o de Pesquisa Especial de Tabagismo - PETab, realizada como uma pesquisa especial da Pesquisa Nacional por Amostra de Domic√≠lios - PNAD 2008, abrangendo as pessoas de 15 ou mais anos de idade. A PNAD tem como finalidade a produ√ß√£o de informa√ß√Ķes b√°sicas para o estudo do desenvolvimento socioecon√īmico do Pa√≠s.

Abrir arquivo em PDF

Portal Saúde Direta - Footer
Atualizado em
14/09/2020
Saude-Direta-Facebook Saude-Direta-LinkedIN Saude-Direta-Twitter