Profissionais: 7133
Prontuários: 512016

Protocolos/Algoritmos/Diretrizes/Fluxogramas

Advertência: Estes artigos e resumos são protegidos pela Lei de Direitos Autorais (Lei 9.610/98), sendo vedada a sua transcrição sem citação da fonte e a sua reprodução com finalidades comerciais sem autorização dos autores.

Adobe Acrobat Reader
É necessário o Adobe Acrobat Reader instalado.

Depressão: Diagnóstico e Tratamento.

Associação Brasileira de Psiquiatria.
Projeto Diretrizes - Associação Médica Brasileira e Conselho Federal de Medicina.
Número: 259 / Publicado em 09/03/2012 - 18:40

A depress√£o √© um problema freq√ľente. A preval√™ncia anual de depress√£o na popula√ß√£o em geral varia entre 3% a 11%. Em pacientes de cuidados prim√°rios em sa√ļde √© de 10%. Em pacientes internados por qualquer doen√ßa f√≠sica a preval√™ncia de depress√£o varia entre 22% a 33%.

Abrir arquivo em PDF

Cesariana - Indica√ß√Ķes.

Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia.
Projeto Diretrizes - Associação Médica Brasileira e Conselho Federal de Medicina.
Número: 258 / Publicado em 09/03/2012 - 18:40

O √≠ndice de cesarianas apresentou um importante aumento nas √ļltimas d√©cadas no Brasil. Hoje, apresentamos um dos maiores √≠ndices de cesarianas de todo o mundo: cerca de 36% dos nascimentos s√£o por via alta. Quando tomamos como refer√™ncia hospitais particulares, estes √≠ndices s√£o ainda maiores, chegando a 80% a 90%.

Abrir arquivo em PDF

Cefal√©ias em Adultos na Aten√ß√£o Prim√°ria √† Sa√ļde: Diagn√≥stico e Tratamento.

Sociedade Brasileira de Medicina da Família e Comunidade, Associação Brasileira de Medicina Física e Reabilitação, Academia Brasileira de Neurologia.
Projeto Diretrizes - Associação Médica Brasileira e Conselho Federal de Medicina
Número: 257 / Publicado em 09/03/2012 - 18:41

A cefaleia é uma condição prevalente, incapacitante, muitas vezes sem diagnóstico e tratamento adequados. Ela afeta mais as mulheres e tem maior frequência nos anos de maior produtividade. No Brasil, as cefaleias são responsáveis por 9% das consultas por problemas agudos em atenção primária.

Abrir arquivo em PDF

A Doença de Parkinson e o Uso da Atividade Física e do Condicionamento Físico em Reabilitação.

Rebeca Boltes Cecatto, Cristiane Isabela de Almeida
einstein: Educ Contin Sa√ļde. 2010;8(2 Pt 2): 59-61
Número: 253 / Publicado em 18/06/2012 - 08:24

A doen√ßa de Parkinson (DP) √© uma doen√ßa neurodegenerativa que afeta milh√Ķes de pessoas e que vem crescendo em n√ļmero a cada ano, especialmente na popula√ß√£o em envelhecimento. O sistema dopamin√©rgico encef√°lico tem sido reconhecido por participar do aperfei√ßoamento do desempenho motor e da coordena√ß√£o sensitiva motora, e a perda gradual de neur√īnios nigroestriatais e a deple√ß√£o do neurotransmissor dopamina (DA) t√™m sido consideradas como a base fisiopatol√≥gica dos transtornos motores da DP.

Abrir arquivo em PDF

Rastreamento Mamogr√°fico: Quando Iniciar?

Paula de Camargo Moraes, Silvio Eduardo Bromberg.
einstein: Educ Contin Sa√ļde. 2010;8(2 Pt 2): 55-6
Número: 252 / Publicado em 18/06/2012 - 08:25

Mamografia √© o √ļnico exame comprovado para redu√ß√£o de mortalidade pelo c√Ęncer de mama. Rastreamento anual a partir dos 40 anos parece ser a pol√≠tica mais eficaz para atingir esse objetivo, desde que a mulher esteja disposta a aceitar o maior n√ļmero de reconvoca√ß√Ķes e falsos-positivos associados ao in√≠cio dos 40 anos. Em rela√ß√£o a esse impasse, trabalhos demonstraram que a maioria absoluta das mulheres √© disposta a aceitar tais contratempos como parte integrante da pol√≠tica para salvar o maior n√ļmero poss√≠vel de vidas.

Abrir arquivo em PDF

Subst√Ęncias Naturais com Atividade Analg√©sica

Roberta de Medeiros
einstein: Educ Contin Sa√ļde. 2008; 6(2 Pt 2):87-8
Número: 251 / Publicado em 18/06/2012 - 08:26

Interven√ß√Ķes n√£o-farmacol√≥gicas s√£o adjuvantes importantes ao tratamento da dor, e vem sendo cada vez mais buscadas pelos pacientes. Os suplementos de diversos tipos podem ser op√ß√Ķes vantajosas neste sentido. Os profissionais de sa√ļde deveriam questionar ativa e regularmente sobre o uso de suplementos por seus pacientes, de um modo emp√°tico e n√£o julgador.

Abrir arquivo em PDF

Diabetes Mellitus: Cuidado Nutricional.

Camila Nottoli, Camila Carneiro Diniz
einstein: Educ Contin Sa√ļde. 2008; 6(2 Pt 2):83-6
Número: 250 / Publicado em 18/06/2012 - 08:28

O diabetes mellitus (DM), √© uma s√≠ndrome de etiologia m√ļltipla, decorrente da falta de insulina e/ou incapacidade em exercer adequadamente suas a√ß√Ķes. √Č caracterizado por altera√ß√Ķes no metabolismo de carboidratos (CHO), lip√≠deos e prote√≠nas. O DM √© uma doen√ßa associada √† hereditariedade, mas pode ser antecipada ou agravada pelos maus h√°bitos da vida moderna, como sedentarismo, estresse e pela ingest√£o de dietas inadequadas.

Abrir arquivo em PDF

Algoritmos de Tratamento - Met√°stases Cerebrais

Eduardo Weltman, Reynaldo Brandt
einstein: Educ Contin Sa√ļde. 2008; 6(2 Pt 2):89-91
Número: 249 / Publicado em 18/06/2012 - 08:29

Uma vez feito o diagnóstico de metástase cerebral (MC), seu tratamento consta de medidas sintomáticas ou de suporte e tratamentos específicos. As primeiras incluem agentes antiedematosos (particularmente os corticosteróides) e drogas anticonvulsivantes. As específicas incluem radioterapia (em geral, radioterapia cerebral total: RCT), radiocirurgia (RC), neurocirurgia (NC), quimioterapia e terapia biológica.

Abrir arquivo em PDF

Algoritmos de Tratamento - C√Ęncer de Pr√≥stata Clinicamente Localizado.

Oren Smaletz
einstein: Educ Contin Sa√ļde. 2009;7(2 Pt 2): 110-1
Número: 248 / Publicado em 18/06/2012 - 08:30

O tratamento do adenocarcinoma da próstata clinicamente localizado é controverso e os casos devem ser individualizados. A escolha do método terapêutico ideal deve levar em consideração não só a característica do tumor e o seu estadiamento, mas também a idade do paciente, a sua expectativa de vida, o seu estado clínico geral, as doenças associadas, as suas expectativas em relação à sua doença e à qualidade de vida desejada após o tratamento específico a ser instituído.

Abrir arquivo em PDF

Algoritmos de Tratamento - Nódulo Solitário de Pulmão

Alexandre de Oliveira
einstein: Educ Contin Sa√ļde. 2009; 7(1 Pt 2): 47-8
Número: 247 / Publicado em 18/06/2012 - 08:31

Definimos como n√≥dulo pulmonar solit√°rio a les√£o esf√©rica ou ovalada, com tamanho inferior ou igual a 3 cm, circundada por tecido pulmonar normal ou pleura visceral, n√£o promovendo atelectasia do par√™nquima ou pneumonia obstrutiva. Devemos ter certeza que a les√£o √© realmente de origem pulmonar ou encontra-se em qualquer outra topografia (mama, parede tor√°cica, tecido celular subcut√Ęneo, etc).

Abrir arquivo em PDF

Portal Saúde Direta - Footer
Atualizado em
14/09/2020
Saude-Direta-Facebook Saude-Direta-LinkedIN Saude-Direta-Twitter