Profissionais: 7132
Prontuários: 511324

Protocolos/Algoritmos/Diretrizes/Fluxogramas

Advertência: Estes artigos e resumos são protegidos pela Lei de Direitos Autorais (Lei 9.610/98), sendo vedada a sua transcrição sem citação da fonte e a sua reprodução com finalidades comerciais sem autorização dos autores.

Adobe Acrobat Reader
É necessário o Adobe Acrobat Reader instalado.

An√ļncios de Medicamentos em Revistas M√©dicas: Ajudando a Promover a Boa Prescri√ß√£o?

José Augusto Cabral de Barros e Sabrina Joany
Ci√™ncia & Sa√ļde Coletiva, 7(4):891-898, 2002
Número: 231 / Publicado em 16/06/2012 - 21:46

Sendo a ind√ļstria farmac√™utica uma fonte hegem√īnica de informa√ß√£o sobre medicamentos, ante a inexist√™ncia de fontes alternativas independentes, pode-se inferir que o uso dos produtos farmac√™uticos podem estar tendo uma orienta√ß√£o inadequada, seja na sua prescri√ß√£o, seja na sua dispensa√ß√£o e comercializa√ß√£o, extrapolando suas indica√ß√Ķes t√©cnicas para atender interesses que n√£o propriamente terap√™uticos.

Abrir arquivo em PDF

Intera√ß√Ķes e Associa√ß√Ķes Medicamentosas no Tratamento da Hipertens√£o ‚Äď Bloqueadores Alfa-Adren√©rgicos e Vasodilatadores Diretos.

Campana EMG, Lemos CC, Magalh√£es MEC, Brand√£o AA, Brand√£o AP
Rev Bras Hipertens vol.16(4):231-236, 2009.
Número: 230 / Publicado em 16/06/2012 - 21:47

Com o envelhecimento da popula√ß√£o, a ocorr√™ncia cada vez mais frequente de doen√ßas cr√īnicas e a coexist√™ncia de outras entidades cl√≠nicas, torna-se fundamental, na pr√°tica m√©dica, o conhecimento acerca das intera√ß√Ķes medicamentosas no manejo da hipertens√£o arterial. No conceito moderno do tratamento anti-hipertensivo, o uso de m√ļltiplos f√°rmacos √© mandat√≥rio, pois permite obter efeito sin√©rgico e/ou aditivo dos diversos medicamentos, aumentando as chances de sucesso no alcance das metas press√≥ricas propostas pelas principais sociedades m√©dicas. Entretanto, essa estrat√©gia aumenta tamb√©m o potencial de intera√ß√Ķes medicamentosas delet√©rias no tratamento dessa doen√ßa.

Abrir arquivo em PDF

Estudo da Farmacoterapia Prescrita a Idosos em Instituição Brasileira de Longa Permanência.

Juarez I. Castellar et al
Acta Med Port 2007; 20: 97-105
Número: 229 / Publicado em 16/06/2012 - 21:48

Esse estudo avaliou a medica√ß√£o prescrita a indiv√≠duos idosos residentes em uma institui√ß√£o de interna√ß√£o de longa perman√™ncia do Distrito Federal. A constata√ß√£o da ocorr√™ncia de polifarm√°cia associada a problemas potenciais com a medica√ß√£o prescrita aos sujeitos permite concluir que a farmacoterapia utilizada apresenta valor terap√™utico question√°vel quanto a determinadas medica√ß√Ķes, de modo a sugerir que o modelo de aten√ß√£o m√©dica e farmac√™utica prestado a essa popula√ß√£o necessita de revis√£o.

Abrir arquivo em PDF

Trazodona: Farmacologia e Intera√ß√Ķes Medicamentosas

Cantarelli, M.G.; Marcolin, M.A.
Rev. Psiq. Clín. 33 (6); 329-336, 2006
Número: 228 / Publicado em 16/06/2012 - 21:50

A trazodona, subst√Ęncia com potencial antidepressivo e ansiol√≠tico, continua sendo uma op√ß√£o terap√™utica, inclusive como indutor do sono. A trazodona tem se renovado como uma op√ß√£o n√£o apenas em depress√£o e ins√īnia, mas tamb√©m em certas disfun√ß√Ķes sexuais, demonstrando um padr√£o de intera√ß√Ķes favor√°vel e um perfil de rea√ß√Ķes adversas que pode ser contornado se bem avaliado e conduzido.

Abrir arquivo em PDF

Preval√™ncia e Classifica√ß√£o de Intera√ß√Ķes entre Medicamentos Dispensados para Pacientes em Terapia Intensiva.

Almeida SM, Gama CS, Akamine N
einstein. 2007; 5(4):347-351
Número: 227 / Publicado em 16/06/2012 - 21:51

No per√≠odo estudado foram dispensadas 395 marcas comerciais, representando 258 princ√≠pios ativos, classificados em 10 grandes grupos e 36 subgrupos segundo a Anatomical Therapeutic Chemical. Foram identificadas 409 intera√ß√Ķes medicamentosas, 174 de gravidade alta e 235 de gravidade moderada. As intera√ß√Ķes medicamentosas foram classificadas como farmacocin√©tica (30%), neurol√≥gica (22%) e cardiol√≥gica (18%) que, somadas, chegam a 70% das intera√ß√Ķes medicamentosas rastreadas por meio da base de dados eletr√īnica Micromedex Healthcare Series¬ģ. As demais intera√ß√Ķes classificadas como hematol√≥gica, renal, end√≥crino-metab√≥lica, respirat√≥ria, muscular, gastrointestinal, hep√°tica e outras detiveram os 30% restantes.

Abrir arquivo em PDF

Intera√ß√Ķes entre Hipoglicemiantes Orais e Alimentos.

F√°tima Cristiane Lopes Goularte Farhat, Daniel Merighi Iftoda, Paulo Henrique dos Santos
SA√öDE REV., Piracicaba, 9 (21): 57-62, 2007
Número: 226 / Publicado em 16/06/2012 - 21:26

Dentre os hipoglicemiantes orais estudados, apenas a nateglinida apresenta interação direta e clinicamente importante com os alimentos. Já para os outros medicamentos, a relação entre controle glicêmico e os cuidados quanto à presença de alimentos e horário de administração devem-se às especificidades de seus mecanismos de ação.

Abrir arquivo em PDF

Intera√ß√Ķes de Medicamentos com √Ālcool: Verdades e Mitos

Lenita Wannmacher
Minist√©rio da Sa√ļde - Uso racional de medicamentos: Vol. 4, N¬ļ 12 Bras√≠lia, novembro de 2007
Número: 225 / Publicado em 16/06/2012 - 21:27

O uso n√£o-m√©dico do √°lcool √© prevalente, acarretando potenciais intera√ß√Ķes com variados medicamentos, usados sob ou sem prescri√ß√£o m√©dica. Etanol tamb√©m est√° contido em prepara√ß√Ķes de alguns f√°rmacos, por vezes em concentra√ß√Ķes pr√≥ximas √†s de um drinque de bebida alco√≥lica. Tais intera√ß√Ķes, muitas vezes despercebidas ou negligenciadas, t√™m maior import√Ęncia em crian√ßas, gestantes e idosos, por peculiaridades farmacocin√©ticas e sensibilidades diferenciadas nestes indiv√≠duos, bem como pela polifarm√°cia, quase uma constante na terap√™utica medicamentosa contempor√Ęnea.

Abrir arquivo em PDF

Avalia√ß√£o das Intera√ß√Ķes Medicamentosas em Prescri√ß√Ķes Hospitalares de Pacientes Sob Uso de Anti-Hipertensivos

Matos V.T.G., Vasconcelos E.F., Amaral M.S., Toffoli-KadriI M.C.
Lat. Am. J. Pharm. 28 (4): 501-6 (2009)
Número: 224 / Publicado em 16/06/2012 - 21:29

Este trabalho identificou as intera√ß√Ķes medicamentosas entre anti-hipertensivos e demais medicamentos, atrav√©s da avalia√ß√£o da prescri√ß√£o dos pacientes em seu primeiro dia de interna√ß√£o no setor de Cl√≠nica M√©dica de um hospital universit√°rio. Foram analisadas 100 prescri√ß√Ķes e destas, 86% apresentaram algum tipo de intera√ß√£o. As prescri√ß√Ķes que continham 10 medicamentos ou mais (35) tiveram maior freq√ľ√™ncia de intera√ß√Ķes (71,4%). A mais frequente envolveu inibidores da enzima conversora de angiotensina e antiinflamat√≥rios n√£o esteroidais (13%) e foi classificada como moderada e de surgimento tardio.

Abrir arquivo em PDF

Ocorr√™ncia de Poss√≠veis Intera√ß√Ķes Medicamentosas em Resid√™ncias de um Bairro do Munic√≠pio de Mar√≠lia-SP

Elias Fernando Daniel e Cristiane F√°tima Guarido.
Rev. Bras. Farm., 90(1), 2009
Número: 223 / Publicado em 16/06/2012 - 21:31

A terap√™utica atual pode envolver muitos medicamentos e √© comum a prescri√ß√£o de dois ou mais f√°rmacos para um mesmo indiv√≠duo. Durante ou ap√≥s o tratamento, estes medicamentos acabam se acumulando nas resid√™ncias e acabam se tornando verdadeiros arsenais, podendo incorrer em intera√ß√Ķes medicamentosas se utilizados concomitantemente ou se associados ao √°lcool.

Abrir arquivo em PDF

Assistência Farmacêutica como Estratégia para o Uso Racional de Medicamentos em Idosos.

Marcieni Ataide de Andrade; Marcos Valério Santos da Silva; Osvaldo de Freitas
Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto da Universidade São Paulo
Número: 222 / Publicado em 16/06/2012 - 21:32

O aumento da popula√ß√£o idosa no Brasil, que segue uma tend√™ncia j√° ocorrida em pa√≠ses desenvolvidos, traz desafios cada vez maiores aos servi√ßos e aos profissionais de sa√ļde. Com efeito, verifica-se um grande n√ļmero de patologias encontradas com sintomatologias diversas e, ademais, a preval√™ncia de doen√ßas cr√īnicas degenerativas, as quais freq√ľentemente dependem de terap√™uticas medicamentosas prolongadas ou cont√≠nuas. Por isso, esses indiv√≠duos tornam-se grandes consumidores de medicamentos sendo, possivelmente, o grupo et√°rio mais medicalizado na sociedade.

Abrir arquivo em PDF

Portal Saúde Direta - Footer
Atualizado em
14/09/2020
Saude-Direta-Facebook Saude-Direta-LinkedIN Saude-Direta-Twitter