Profissionais: 7136
Prontuários: 513457

Protocolos/Algoritmos/Diretrizes/Fluxogramas

Advertência: Estes artigos e resumos são protegidos pela Lei de Direitos Autorais (Lei 9.610/98), sendo vedada a sua transcrição sem citação da fonte e a sua reprodução com finalidades comerciais sem autorização dos autores.

Adobe Acrobat Reader
É necessário o Adobe Acrobat Reader instalado.

Hipertens√£o na Gravidez.

Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia.
Projeto Diretrizes - Associação Médica Brasileira e Conselho Federal de Medicina.
Número: 373 / Publicado em 09/03/2012 - 17:25

Ecl√Ęmpsia.

Abrir arquivo em PDF

Hipertens√£o Arterial: Situa√ß√Ķes Especiais.

Sociedade Brasileira de Cardiologia e Sociedade Brasileira de Nefrologia.
Projeto Diretrizes - Associação Médica Brasileira e Conselho Federal de Medicina.
Número: 372 / Publicado em 09/03/2012 - 17:26

O encontro de press√£o elevada, acompanhada de sintomas, caracteriza complica√ß√£o hipertensiva aguda, que requer adequada avalia√ß√£o cl√≠nica, com fundoscopia. Cerca de 5% dos hipertensos apresentam hipertens√£o secund√°ria, sendo a mais freq√ľente a doen√ßa renal, seguida da hipertens√£o renovascular e, menos comuns, o hiperaldosteronismo prim√°rio, feocromocitoma e coarta√ß√£o de aorta.

Abrir arquivo em PDF

Hipertens√£o Arterial: Abordagem Geral.

Sociedade Brasileira de Cardiologia e Sociedade Brasileira de Nefrologia.
Projeto Diretrizes - Associação Médica Brasileira e Conselho Federal de Medicina.
Número: 371 / Publicado em 09/03/2012 - 17:27

A hipertens√£o √© um dos principais agravos √† sa√ļde no Brasil. Eleva o custo m√©dico-social, principalmente pelas suas complica√ß√Ķes, como as doen√ßas c√©rebro-vascular, arterial coronariana e vascular de extremidades, al√©m da insufici√™ncia card√≠aca e da insufici√™ncia renal cr√īnica.

Abrir arquivo em PDF

Hipertermia Maligna.

Sociedade Brasileira de Anestesiologia.
Projeto Diretrizes - Associação Médica Brasileira e Conselho Federal de Medicina.
Número: 370 / Publicado em 09/03/2012 - 17:27

A hipertermia maligna (HM) é uma afecção hereditária e latente, caracterizada classicamente por uma síndrome hipermetabólica em resposta à exposição aos anestésicos voláteis (halotano, enflurano, isoflurano, sevoflurano e desflurano) e/ou succinilcolina.

Abrir arquivo em PDF

Hiperplasia Prost√°tica Benigna.

Sociedade Brasileira de Urologia, Sociedade Brasileira de Medicina de Fam’lia e Comunidade.
Projeto Diretrizes - Associação Médica Brasileira e Conselho Federal de Medicina.
Número: 369 / Publicado em 09/03/2012 - 17:28

A HPB é uma das doenças mais comuns no homem idoso, e quando associada aos sintomas do trato urinário inferior (STUI) tem importante impacto na qualidade de vida, por interferir diretamente nas atividades diárias e no padrão do sono.

Abrir arquivo em PDF

Hiperparatireoidismo Prim√°rio.

Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia.
Projeto Diretrizes - Associação Médica Brasileira e Conselho Federal de Medicina.
Número: 368 / Publicado em 09/03/2012 - 17:28

O hiperparatireoidismo prim√°rio tem demonstrado uma mudan√ßa na sua apresenta√ß√£o cl√≠nica ao longo do tempo √† medida que se determina o c√°lcio sangu√≠neo com mais freq√ľ√™ncia. Pode ocorrer em qualquer idade, sendo que a forma assintom√°tica ou oligosintom√°tica √© mais prevalente em mulheres no per√≠odo p√≥s-menopausa.

Abrir arquivo em PDF

Hérnia de Disco Lombar no Adulto Jovem.

S B de Ortopedia e Traumatologia, S B de Neurofisiologia Clínica, F B das Assoc. de Ginecologia e Obstetrícia, S B de Neurocirurgia,Colégio Bras de Radiologia.
Projeto Diretrizes - Associação Médica Brasileira e Conselho Federal de Medicina.
Número: 367 / Publicado em 09/03/2012 - 17:29

A lombalgia √© queixa freq√ľente no consult√≥rio. Estudos epidemiol√≥gicos mostram que 80% das pessoas apresentar√£o esta queixa em algum momento da vida.

Abrir arquivo em PDF

Hepatite C Cr√īnica: Tratamento.

Sociedade Brasileira de Hepatologia, Sociedade Brasileira de Infectologia, Sociedade Brasileira de Clínica Médica.
Projeto Diretrizes - Associação Médica Brasileira e Conselho Federal de Medicina.
Número: 366 / Publicado em 18/06/2012 - 08:50

A hepatite cr√īnica pelo v√≠rus da hepatite C acomete cerca de 180 milh√Ķes de pessoas em todo o mundo. Estima-se que no Brasil entre 1% e 3% da popula√ß√£o estejam contaminados, sendo que a maioria desconhece esse diagn√≥stico. Sem sintomas espec√≠ficos, a hepatite C evolui de forma arrastada durante d√©cadas. Al√©m do desenvolvimento de cirrose, apresenta acentuada morbimortalidade devido √†s suas descompensa√ß√Ķes, e eventual evolu√ß√£o para o carcinoma hepatocelular, constituindo a causa mais frequente de indica√ß√£o de transplante hep√°tico.

Abrir arquivo em PDF

Hepatite B Cr√īnica: Tratamento.

Sociedade Brasileira de Hepatologia, Sociedade Brasileira de Infectologia, Sociedade Brasileira de Clínica Médica.
Projeto Diretrizes - Associação Médica Brasileira e Conselho Federal de Medicina.
Número: 365 / Publicado em 09/03/2012 - 17:31

O impacto da hepatite B vem diminuindo com medidas profil√°ticas e uso da vacina, mas formas cr√īnicas continuam sendo diagnosticadas, com evolu√ß√£o para cirrose e necessidade de transplante do f√≠gado. Al√©m da insufici√™ncia hep√°tica, o surgimento do carcinoma hepatocelular √© outra evolu√ß√£o poss√≠vel, exigindo vigil√Ęncia constante e cuidados imediatos.

Abrir arquivo em PDF

Estenose da Junção Pieloureteral.

Sociedade Brasileira de Urologia, Colégio Brasileiro de Radiologia.
Projeto Diretrizes - Associação Médica Brasileira e Conselho Federal de Medicina.
Número: 364 / Publicado em 09/03/2012 - 17:32

A obstrução da junção pieloureteral é definida como um processo de restrição ao fluxo urinário da pélvis renal para o ureter e, conforme o grau de obstrução, pode evoluir com perda progressiva da função renal.

Abrir arquivo em PDF

Portal Saúde Direta - Footer
Atualizado em
14/09/2020
Saude-Direta-Facebook Saude-Direta-LinkedIN Saude-Direta-Twitter