Profissionais: 6902
Prontuários: 421456

Esqueceu a senha? Cadastro da senha

Portal Saude Direta - Busca Palavra

BUSCA POR PALAVRA

POSTAGENS ANTERIORES

TAGS CLOUD

Protocolos - Algoritmos - Diretrizes - Fluxogramas

Baixar o Adobe Acrobat Reader
Para visualizar os conteúdos abaixo é necessário ter o Adobe Acrobat Reader instalado.

Advertência: Estes artigos e resumos são protegidos pela Lei de Direitos Autorais (Lei 9.610/98), sendo vedada a sua transcrição sem citação da fonte e a sua reprodução com finalidades comerciais sem autorização dos autores.

Recomendações Terapêuticas para Cefaléias

Sociedade Portuguesa de Neurologia e Sociedade Portuguesa de Cefaléia
Sinapse - Suplemento 1 , Volume 9, número 2, Novembro de 2009
Número: 2515 / Publicado em 02/08/2012 - 09:41

As recomendações terapêuticas para as cefaléias incluem a avaliação clínica, o diagnóstico, a investigação laboratorial, as medidas gerais e medidas específicas não farmacológicas e farmacológicas para o tratamento das cefaléias primárias.

Abrir arquivo em PDF

Condutas nas Intoxicações e Acidentes com Animais Peçonhentos

Secretaria da Saúde
Governo do Estado do Ceará - Novembro de 2010
Número: 2513 / Publicado em 01/08/2012 - 23:29

Tabelas de condutas e tratamento inicial.

Abrir arquivo em PDF

Dengue - Classificação de Risco para Prioridade de Atendimento

Secretaria de Vigilancia em Saúde
Ministério da Saúde - Maio de 2010
Número: 2511 / Publicado em 01/08/2012 - 23:18

Suspeito de Dengue: paciente com febre com duração máxima de sete dias, acompanhada de pelo menos dois dos seguintes sinais/sintomas - cefaleia, dor retro-orbitária, mialgia, artralgia, prostração, exantema e que tenha estado em áreas de transmissão de dengue ou com presença de Aedes aegypti nos últimos 15 dias.

Abrir arquivo em PDF

Recomendações para Diagnóstico e Tratamento do Refluxo Gastroesofágico (RGE) em Pediatria.

Jane Oba
einstein: Educ Contin Saúde. 2011;9(2 Pt 2): 57-61
Número: 2498 / Publicado em 03/07/2012 - 16:42

A doença do refluxo gastroesofágico (DRGE) é uma afecção crônica decorrente do fluxo do conteúdo gastroduodenal para o esôfago ou os órgãos adjacentes a ele, acarretando um espectro variável de sintomas ou lesões esofagianas ou extraesofagianas, associados ou não a lesões teciduais. Diferente da DRGE, o refluxo gastroesofágico (RGE) é um processo fisiológico, caracterizado pela passagem do conteúdo gástrico para o esôfago que ocorre várias vezes ao dia em lactentes, crianças e adolescentes normais.

Abrir arquivo em PDF

Recomendações para Indicação de Tonsilectomia e Adenoidectomia em Pediatria

Diretrizes Assistenciais.
Hospital Israelita Albert Einstein - Outubro – 2011.
Número: 2494 / Publicado em 03/07/2012 - 16:27

A tonsilectomia e adenoidectomia são a principal terapia na SAOS (Síndrome da Apnéia Obstrutiva do Sono) na criança. No entanto, alguns trabalhos recentes evidenciam melhora do índice de apnéia e hipopnéia sem necessariamente, resolução definitiva em todos os casos.

Abrir arquivo em PDF

Alimentação no Lactente - Parte II

Diretrizes Assistenciais.
Hospital Israelita Albert Einstein - Maio – 2009.
Número: 2489 / Publicado em 03/07/2012 - 16:13

A recomendação atual da Organização Mundial da Saúde (OMS) é baseada no resultado da revisão sistemática de 2002, que tinha como objetivo avaliar a duração ótima para o aleitamento materno exclusivo. Os resultados revelaram não haver diferenças significativas no seguimento de crianças amamentadas exclusivamente por 4 meses versus 6 meses.

Abrir arquivo em PDF

Alimentação no Lactente - Parte I

Diretrizes Assistenciais.
Hospital Israelita Albert Einstein - Maio – 2009.
Número: 2488 / Publicado em 03/07/2012 - 16:11

O Aleitamento materno é considerado o alimento mais adequado do ponto de vista nutricional para o lactente além de trazer benefícios não nutricionais para a criança e para a mãe.

Abrir arquivo em PDF

Redesenho de Atividades da Enfermagem para Redução de Erros de Medicação em Pediatria

Yamanaka TI, et al.
Rev Bras Enferm, Brasília 2007 mar-abr; 60(2):190-6.
Número: 2482 / Publicado em 27/06/2012 - 21:28

Neste estudo os pesquisadores enfatizaram que para reduzir os erros de medicação haveria a necessidade de promover medidas de educação e implementar ferramentas de gestão da assistência de enfermagem que permitissem desenvolver a prática e monitorar resultados.

Abrir arquivo em PDF

Situações Clínicas e seus Respectivos Medicamentos

CGCEAF em janeiro/2012
Portaria GM/MS 3.439/2010
Número: 2473 / Publicado em 23/06/2012 - 23:50

Tabelas de doenças e os medicamentos recomendados.

Abrir arquivo em PDF

Uso de Escores de Risco de Framingham (ERF) como Ferramenta de Auxílio na Estratificação do Risco de Eventos Clínicos Coronarianos

Protocolos Clínicos e Diretrizes Terapêuticas – Dislipidemias em pacientes de alto risco de desenvolver eventos cardiovasculares
Portaria SAS/MS nº 1015/2002 - Anexo I
Número: 2469 / Publicado em 23/06/2012 - 23:18

O ERF calcula o risco absoluto de eventos coronários (morte, IAM e angina pectoris) em 10 anos. São atribuídos pontos para idade, pressão arterial sistólica (PAS) e diastólica (PAD), CT, HDL-C, fumo (qualquer cigarro no último mês) e presença ou não de DM. Após o cálculo dos pontos, deve-se consultar a tabela anexa para ambos os sexos.

Abrir arquivo em PDF

Footer - v1.3
Atualizado em
04/09/2019
Saude-Direta-Facebook Saude-Direta-LinkedIN Saude-Direta-Twitter