Profissionais: 7092
Prontuários: 489738

Portal Saúde Direta - Busca Palavra

BUSCA POR PALAVRA

POSTAGENS ANTERIORES

TAGS CLOUD

Protocolos Algoritmos Diretrizes Fluxogramas

Advertência: Estes artigos e resumos são protegidos pela Lei de Direitos Autorais (Lei 9.610/98), sendo vedada a sua transcrição sem citação da fonte e a sua reprodução com finalidades comerciais sem autorização dos autores.

Adobe Acrobat Reader
É necessário o Adobe Acrobat Reader instalado.

Algoritmo para o Tratamento do Diabetes Tipo 2 - Atualização 2009.

Posicionamento Oficial SBD nº 2 – 2009.
Sociedade Brasileira de Diabetes.
Número: 95 / Publicado em 28/06/2011 - 14:38

O objetivo final deste projeto em particular é o de propor um novo algoritmo brasileiro para o tratamento do diabetes tipo 2, com base nas opiniões de endocrinologistas que se manifestaram através de enquete conduzida pelo site da SBD em relação ao último algoritmo proposto pela ADA/EASD, publicado em janeiro de 2009.

Abrir arquivo em PDF

Pensando o Processo Saúde Doença: a que responde o Modelo Biomédico?

José Augusto C. Barros
Saúde e Sociedade V.11 No 1 jan-jul/2002
Número: 93 / Publicado em 16/06/2012 - 18:12

Com o propósito de efetuar uma crítica ao modelo biomédico, mecanicista, hegemônico na doutrina e prática que informa a medicina na atualidade, o texto parte de uma síntese histórico-evolutiva que contempla a apresentaçao das idéias e personagens chave que caracterizariam os quatro paradigmas ou modelos que, ao longo do tempo, precederam o modelo sob estudo. Em seguida discorre, efetuando uma análise crítica, sobre o fenômeno da medicalizaçao, consequência e estímulo ao mesmo tempo para a hegemonia do modelo biomédico, contextualizando-a, brevemente, na sociedade de consumo, sob o império da lógica de mercado, tomando a questão dos medicamentos como exemplo das distorções advindas do incremento da medicalização e dos fatores a ela subjacentes. Ao final, comenta-se a respeito das limitações no alcance da desejada interferência positiva da medicina, uma vez feita a opção pelo modelo biomédico.

Abrir arquivo em PDF

Interações Medicamentosas: Fundamentos para a Prática Clínica da Enfermagem.

Secoli, SR.
Rev Esc Enf USP, v.35, n. 1, p. 28-34, mar. 2001.
Número: 92 / Publicado em 26/09/2010 - 10:11

O fenômeno das interações medicamentosas constitui na atualidade um dos temas mais importantes da farmacologia, para a prática clínica dos profissionais da saúde. O uso concomitante de vários medicamentos, enquanto estratégia terapêutica, e o crescente número destes agentes no mercado são alguns dos fatores que contribuem para ampliar os efeitos benéficos da terapia, mas que também possibilitam a interferência mútua de ações farmacológicas podendo resultar em alterações dos efeitos desejados. Este artigo, de revisão, tem por objetivos rever os princípios farmacológicos relacionados aos mecanismos das interações medicamentosas; descrever as classes dos medicamentos interativos, os grupos de pacientes expostos ao risco e sugerir medidas práticas para a equipe de enfermagem, no intuito de prevenir a ocorrência de reações adversas decorrentes de interações fortuitas.

Abrir arquivo em PDF

Atenção Farmacêutica na Prevenção de Interações Medicamentosas em Hipertensos.

Moreno AH, Nogueira EP, Perez MPMS, Lima LRO.
Rev Inst Ciênc Saúde. 2007;25(4):373-7.
Número: 91 / Publicado em 26/09/2010 - 10:12

O uso concomitante de vários medicamentos tem como objetivo a tentativa de que o tratamento seja eficaz e satisfatório. Porém, surge a possibilidade de interferência mútua de ações e modificação dos efeitos terapêuticos, no sentido de aumentar ou diminuir a eficácia terapêutica e ainda acentuar ou atenuar os fenômenos indesejáveis dos medicamentos, principalmente em indivíduos idosos e portadores de doenças crônicas, como hipertensão arterial e diabetes. O objetivo do presente trabalho foi analisar possíveis interações medicamentosas em pacientes idosos e hipertensos residentes no município de Araraquara-SP.

Abrir arquivo em PDF

Intoxicação Medicamentosa no Idoso

Adélia Corina Alves Bernardes, Marlus Chorilli, Yoko Oshima-Franco
Saúde em Revista
Número: 89 / Publicado em 18/09/2010 - 12:38

Os idosos são mais susceptíveis aos efeitos adversos dos medicamentos devido a muitos fatores, como a utilização excessiva, a função reduzida de vários sistemas fisiológicos, a excreção e o metabolismo alterados. Este artigo enfoca as principais alterações metabólicas que ocorrem no idoso, bem como a terapêutica clínica para este paciente, fatores responsáveis, na maioria das vezes, por quadros de intoxicação medicamentosa. Nesse contexto, a atenção, principalmente médica-farmacêutica-familiar, deve ser redobrada, envolvendo também a conscientização de toda a sociedade brasileira a respeito do idoso.

Abrir arquivo em PDF

Fitoterápicos e Potenciais Interações Medicamentosas na Terapia do Câncer.

Heidge Fukumasu, Andreia Oliveira Latorre, Natalia Bracci, Silvana Lima Górniak, Maria Lucia Zaidan Dagli
Revista Brasileira de Toxicologia 21, n.2 (2008) 49-59
Número: 88 / Publicado em 26/09/2010 - 10:10

Algumas destas plantas têm demonstrado efeitos quimiopreventivos e antineoplásicos promissores, no entanto, o principal problema ocorre quando estas são consumidas simultaneamente com os medicamentos convencionais prescritos, pois muitas vezes podem ocorrer interações medicamentosas perigosas.

Abrir arquivo em PDF

Reações Adversas a Medicamentos em Idosos: como Prevê-las?

Maria Cristina Guerra Passarelli, Wilson Jacob Filho.
Einstein. 2007; 5(3):246-251.
Número: 87 / Publicado em 28/06/2011 - 14:37

Reações adversas a medicamentos (RAM) apresentam grande importância epidemiológica em idosos em virtude de sua elevada prevalência e potencial para complicações. Este estudo teve como objetivos determinar os fatores de risco para RAM em uma população idosa hospitalizada e, a partir destes, criar um instrumento que permita a sua previsão.

Abrir arquivo em PDF

Interações Medicamentosas Potenciais em Pacientes de Unidade de Terapia Intensiva de um Hospital Universitário.

Lima REF, Cassiani SHDB
Rev Latino-am Enfermagem 2009 março-abril; 17(2)
Número: 85 / Publicado em 17/09/2010 - 12:02

Este estudo investigou interações medicamentosas (IM) potenciais em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital universitário do Ceará.

Abrir arquivo em PDF

Ocorrência de Interações Medicamentosas em Unidade de Terapia Intensiva: Avaliação de Prescrições Médicas.

Patrícia de Souza Rossignoli, Cristiane Fátima Guarido, Ivanice Maria Cestari
Rev. Bras. Farm., 87(4), 2006
Número: 84 / Publicado em 26/09/2010 - 10:14

Identificar a ocorrência de Interações Medicamentosas (IM) potenciais em prescrições médicas de pacientes internados em Unidade de Terapia Intensiva (UTI), e verificar a correlação entre IM e idade, sexo dos pacientes e condições determinantes para admissão em UTI.

Abrir arquivo em PDF

Erros na Medicação: Análise das Situações Relatadas pelos Profissionais de Enfermagem.

Carvalho VT; Cassiani SHB.
Medicina, Ribeirão Preto, 33: 322-330, jul./set. 2000.
Número: 81 / Publicado em 26/09/2010 - 10:15

Os erros na medicação são alguns dos indicadores da qualidade de saúde prestada aos pacientes hospitalizados. O objetivo deste estudo foi analisar as situações que conduziram os profissionais de enfermagem aos erros na administração de medicamentos, com base em relatos de erros ocorridos. O local de estudo foi um hospital no interior do Estado de São Paulo.

Abrir arquivo em PDF

Portal Saúde Direta - Footer
Atualizado em
17/06/2020
Saude-Direta-Facebook Saude-Direta-LinkedIN Saude-Direta-Twitter