Profissionais: 6927
Prontuários: 430096

Esqueceu a senha? Cadastro da senha

Portal Saude Direta - Busca Palavra

BUSCA POR PALAVRA

POSTAGENS ANTERIORES

TAGS CLOUD

Protocolos - Algoritmos - Diretrizes - Fluxogramas

Baixar o Adobe Acrobat Reader
Para visualizar os conteúdos abaixo é necessário ter o Adobe Acrobat Reader instalado.

Advertência: Estes artigos e resumos são protegidos pela Lei de Direitos Autorais (Lei 9.610/98), sendo vedada a sua transcrição sem citação da fonte e a sua reprodução com finalidades comerciais sem autorização dos autores.

Protocolo de Reabilitação: Fase Hospitalar para Insuficiência Cardíaca (IC).

HIAE - Versão eletrônica atualizada em março de 2011.
Hospital Israelita Albert Einstein.
Número: 1215 / Publicado em 22/06/2012 - 20:30

Como a Insuficiência Cardíaca (IC) se apresenta clinicamente sob diversos cenários, o nosso protocolo se baseou numa classificação didática para IC descompensada. Elaboramos, então, um protocolo que tratasse adequadamente cada cenário e avaliasse separadamente quais os cuidados obrigatórios e necessários conforme cada cenário clínico.

Abrir arquivo em PDF

Reabilitação Cardiovascular.

HIAE - Versão eletrônica atualizada em fevereiro de 2010.
Hospital Israelita Albert Einstein.
Número: 1210 / Publicado em 22/06/2012 - 20:38

O programa de Reabilitação Cardiovascular do HIAE foi idealizado com o intuito de atuar como medida não farmacológica no tratamento do paciente com doença cardiovascular, oferecendo o treinamento físico de forma segura, associado a uma abordagem multidisciplinar com grande enfoque na educação do paciente, principalmente no que tange a mudança do estilo de vida como prática para a vida inteira.

Abrir arquivo em PDF

Programa de Reabilitação Cardiovascular para Síncope Reflexa: Reabilitação Autonômica.

HIAE - Versão eletrônica atualizada em Fevereiro – 2010.
Hospital Israelita Albert Einstein.
Número: 1208 / Publicado em 22/06/2012 - 20:41

Deverão ser encaminhados para o programa de reabilitação autonômica pacientes com diagnóstico de síncope reflexa (neuromediada).

Abrir arquivo em PDF

Programa de Reabilitação Cardiovascular: Fase Ambulatorial para paciente com Insuficiência Coronariana.

HIAE - Versão eletrônica atualizada em Fevereiro – 2010.
Hospital Israelita Albert Einstein.
Número: 1207 / Publicado em 22/06/2012 - 20:42

Melhorar a capacidade física de trabalho, força muscular, flexibilidade e equilíbrio por meio de exercícios supervisionados. Melhorar sintomatologia, aumentando limiar isquêmico em pacientes com angina ao esforço. Educar os pacientes quanto à prática de atividade física, modificações do estilo de vida e prepará-los para fases de reabilitação subseqüentes. Preparar os pacientes para retornar às suas atividades funcionais (pessoais e na comunidade).

Abrir arquivo em PDF

Programa de Reabilitação Cardiovascular: Fase Ambulatorial para paciente com Insuficiência Cardíaca.

HIAE - Versão eletrônica atualizada em janeiro de 2012
Hospital Israelita Albert Einstein.
Número: 1206 / Publicado em 22/06/2012 - 20:45

Preparar os pacientes para retornar às suas atividades funcionais (pessoais e na comunidade) educando quanto à técnica de conservação de energia durante a realização de suas atividades diárias.

Abrir arquivo em PDF

Programa de Reabilitação Cardiovascular: Fase Ambulatorial Pré Transplante Cardíaco.

HIAE - Versão eletrônica atualizada em Fevereiro – 2010.
Hospital Israelita Albert Einstein.
Número: 1205 / Publicado em 22/06/2012 - 20:43

Deverão ser encaminhados para o programa de reabilitação cardiovascular: Pacientes externos, portadores de insuficiência cardíaca na fila de transplante cardíaco.

Abrir arquivo em PDF

Programa de Reabilitação Cardiovascular: Fase Ambulatorial Pós Transplante Cardíaco.

HIAE - Versão eletrônica atualizada em fevereiro de 2012
Hospital Israelita Albert Einstein.
Número: 1204 / Publicado em 22/06/2012 - 20:48

Deverão ser encaminhados para o programa de reabilitação cardiovascular pacientes pós transplante, estáveis clinicamente.

Abrir arquivo em PDF

Diagnóstico Precoce do Câncer Infantil: Responsabilidade de Todos.

Karla Emilia Rodrigues, Beatriz de Camargo.
Rev Assoc Med Bras 2003; 49(1): 29-34
Número: 1179 / Publicado em 23/06/2012 - 07:29

Muitos fatores parecem estar associados ao atraso do diagnóstico do câncer infantil. O tempo que decorre entre o primeiro sintoma e o diagnóstico depende da idade da criança e do tipo do tumor, principalmente. Determinar os sinais e sintomas que devem alertar para a possibilidade de doenças malignas ainda é um desafio.

Abrir arquivo em PDF

Diagnósticos Clínicos e Laboratoriais das Onicomicoses.

Kedma de Magalhães Lima, Rossana Sette de Melo Rêgo e Francisco Montenegro.
NewsLab - edição 83 - 2007
Número: 1151 / Publicado em 23/06/2012 - 08:16

As onicomicoses são infecções fúngicas nas unhas causadas por leveduras, dermatófitos ou fungos filamentos não-dermatófitos e constituem uma das principais causas de enfermidades ungueais a nível mundial, representando 20-40%, e tendo aumentado sua ocorrência nos últimos anos.

Abrir arquivo em PDF

Vigilância de Tabagismo em Escolares - Vigescola.

Coordenação de Prevenção e Vigilância do Instituto Nacional de Câncer - INCA
Ministério da Saúde.
Número: 1090 / Publicado em 23/06/2012 - 09:50

Este material tem, por finalidade, divulgar os dados que hoje podem contribuir para a avaliação da “Convenção Quadro para o Controle do Tabaco” (CQCT) nos diversos aspectos de sua implementação. A CQCT é um instrumento legal, sob forma de um tratado internacional, no qual os países signatários (Estados Partes) concordam em empreender esforços para alcançar objetivos definidos previamente. O objetivo principal da CQCT é preservar as gerações, presentes e futuras, das conseqüências sanitárias, sociais, ambientais e econômicas do consumo e da exposição à fumaça do tabaco. O folheto contribui ainda, como fonte de informação, para a avaliação do Programa Nacional de Controle do Tabagismo e outros Fatores de Risco de Câncer nas escolas Programa Saber Saúde - que é realizado pelas Secretarias Estaduais e Municipais de Saúde em parceria com as Secretarias Estaduais e Municipais de Educação, com orientação da Coordenação de Prevenção e Vigilância do Instituto Nacional de Câncer.

Abrir arquivo em PDF

Footer - v1.3
Atualizado em
04/09/2019
Saude-Direta-Facebook Saude-Direta-LinkedIN Saude-Direta-Twitter