Profissionais: 5306
Prontuários: 188858

Esqueceu a senha? Cadastro da senha

Portal Saude Direta - Busca Palavra

BUSCA POR PALAVRA

POSTAGENS ANTERIORES

TAGS CLOUD

Protocolos - Algoritmos - Diretrizes - Fluxogramas

Baixar o Adobe Acrobat Reader
Para visualizar os conteúdos abaixo é necessário ter o Adobe Acrobat Reader instalado.

Advertência: Estes artigos e resumos são protegidos pela Lei de Direitos Autorais (Lei 9.610/98), sendo vedada a sua transcrição sem citação da fonte e a sua reprodução com finalidades comerciais sem autorização dos autores.

Diagnóstico e Tratamento Precoces da Sepse em Adulto

Maria Beatriz Gandra de Souza Dias
Hospital Sírio-Libanês janeiro de 2012
Número: 2545 / Publicado em 08/08/2012 - 11:01

A sepse é uma síndrome caracterizada por um conjunto de manifestações graves em todo o organismo e que tem, como causa, uma infecção. A sepse era conhecida antigamente como septicemia ou infecção no sangue. Hoje é mais conhecida como infecção generalizada.

Abrir arquivo em PDF

Protocolo de Atendimento ao Paciente com Sepse Grave / Choque Séptico

Disciplina de Anestesiologia, Dor e Medicina Intensiva
Universidade Federal de São Paulo - Escola Paulista de Medicina
Número: 2237 / Publicado em 18/04/2012 - 08:45

Atendimento ao paciente com sepse grave/choque séptico baseado na SSC – Campanha de Sobrevivência a Sepse.

Abrir arquivo em PDF

Campanha Sobrevivendo à Sepse: Tratamento – Diretrizes Revisadas.

Surviving Sepsis Campaign - SSC.
Latin American Sepsis Institute.
Número: 1796 / Publicado em 20/06/2012 - 10:31

Série de 59 diapositivos com as recomendações da Surviving Sepsis Campaign (em português).

Abrir arquivo em PDF

Diretrizes para o Tratamento de Pacientes com Sepse Grave e Choque Séptico.

Latin American Sepsis Institute.
Intensive Care Medicine 2008;34:17-60.
Número: 1795 / Publicado em 20/06/2012 - 10:33

Campanha Sobrevivendo à Sepse. Este é o resumo das diretrizes para o tratamento de pacientes com sepse grave e choque séptico publicado na íntegra em Intensive Care Medicine.

Abrir arquivo em PDF

Diretrizes para Tratamento da Sepse Grave/Choque Séptico - Avaliação da Perfusão Tecidual.

Glauco Adrieno Westphal, Anderson R. Gonçalves, Milton Caldeira Filho, Eliezer Silva, Reinaldo Salomão, Wanderley Marques Bernardo, Flávia Ribeiro Machado.
Rev Bras Ter Intensiva. 2011; 23(1):6-12.
Número: 1362 / Publicado em 22/06/2012 - 09:49

A sepse tem alta incidência, alta letalidade e custos elevados, sendo a principal causa de mortalidade em Unidades de terapia intensiva. Está claramente demonstrado que pacientes reconhecidos e tratados precocemente tem melhor prognóstico. A formulação de diretrizes de tratamento é fundamental para a adequação desse tratamento.

Abrir arquivo em PDF

Protocolo de Atendimento: Sepse - Fluxograma

Carlos A. G. Ferraz Jr.
Hospital dos Fornecedores de Cana de Piracicaba - 01/05/09.
Número: 1184 / Publicado em 23/06/2012 - 07:24

Diagnóstico precoce de sepse e padronização de medidas terapêuticas objetivando redução da mortalidade.

Abrir arquivo em PDF

Protocolos Clínicos - 031 - Sepse Neonatal (SN).

Sandra Lima Ornelas, Ana Maria de Jesus Cardoso, Giselle Cucconato, Ana Lucia Lima Guedes, Valda M. Franqueira Mendonça.
Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig) - 2010
Número: 1071 / Publicado em 17/03/2012 - 15:53

Sepse Neonatal (SN) é uma síndrome clínica caracterizada por sinais sistêmicos de infecção e acompanhada por bacteremia, no primeiro mês de vida, podendo ou não apresentar hemocultura positiva.

Abrir arquivo em PDF

Protocolos Clínicos - 003 - Sepse Grave e Choque Séptico.

Achilles Rohlfs Barbosa, Glauco Sobreira Messias.
Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig) - 2010
Número: 1047 / Publicado em 17/03/2012 - 16:05

É a falência circulatória aguda sem outra causa provável. Falência circulatória aguda é a hipotensão arterial persistente (PAS < 90, PAM < 60 ou queda na PAS > 40 mmHg), apesar de expansão volêmica adequada.

Abrir arquivo em PDF

Sepse Grave na Unidade de Pronto Atendimento - Emergência (Protocolo nº 2).

Hospital Pilar - 08/2009
ABRAMEDE - Associação Brasileira de Medicina de Emergência.
Número: 942 / Publicado em 19/06/2012 - 16:46

Folha para atendimento e preenchimento em emergencia.

Abrir arquivo em PDF

Protocolo Clínico: Sepse Grave e Choque Séptico.

Achilles Rohlfs Barbosa, Glauco Sobreira Messias.
Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig) - 2009
Número: 911 / Publicado em 19/06/2012 - 09:18

Otimizar a utilização dos recursos materiais e humanos em uma abordagem sistematizada de uma síndrome de alta prevalência e morbi-mortalidade em nossas unidades, objetivando um atendimento de melhor qualidade, diminuindo mortalidade, morbidade e custos. Intensificar a participação dos hospitais da rede FHEMIG na campanha “Sobrevivendo à Sepse” (Surviving Sepsis Campaign), coordenada no Brasil pelo Instituto Latino Americano para Estudos da Sepse (ILAS) (www.sepsisnet.org).

Abrir arquivo em PDF

Footer - v1.3
Atualizado em
04/02/2016
Saude-Direta-Facebook Saude-Direta-LinkedIN Saude-Direta-Twitter