Profissionais: 5228
Prontuários: 183302

Esqueceu a senha? Cadastro da senha

Portal Saude Direta - Busca Palavra

BUSCA POR PALAVRA

POSTAGENS ANTERIORES

TAGS CLOUD

Protocolos - Algoritmos - Diretrizes - Fluxogramas

Baixar o Adobe Acrobat Reader
Para visualizar os conteúdos abaixo é necessário ter o Adobe Acrobat Reader instalado.

Advertência: Estes artigos e resumos são protegidos pela Lei de Direitos Autorais (Lei 9.610/98), sendo vedada a sua transcrição sem citação da fonte e a sua reprodução com finalidades comerciais sem autorização dos autores.

Recomendações para Diagnóstico e Tratamento do Refluxo Gastroesofágico (RGE) em Pediatria.

Jane Oba
einstein: Educ Contin Saúde. 2011;9(2 Pt 2): 57-61
Número: 2498 / Publicado em 03/07/2012 - 16:42

A doença do refluxo gastroesofágico (DRGE) é uma afecção crônica decorrente do fluxo do conteúdo gastroduodenal para o esôfago ou os órgãos adjacentes a ele, acarretando um espectro variável de sintomas ou lesões esofagianas ou extraesofagianas, associados ou não a lesões teciduais. Diferente da DRGE, o refluxo gastroesofágico (RGE) é um processo fisiológico, caracterizado pela passagem do conteúdo gástrico para o esôfago que ocorre várias vezes ao dia em lactentes, crianças e adolescentes normais.

Abrir arquivo em PDF

Recomendações para Indicação de Tonsilectomia e Adenoidectomia em Pediatria

Diretrizes Assistenciais.
Hospital Israelita Albert Einstein - Outubro – 2011.
Número: 2494 / Publicado em 03/07/2012 - 16:27

A tonsilectomia e adenoidectomia são a principal terapia na SAOS (Síndrome da Apnéia Obstrutiva do Sono) na criança. No entanto, alguns trabalhos recentes evidenciam melhora do índice de apnéia e hipopnéia sem necessariamente, resolução definitiva em todos os casos.

Abrir arquivo em PDF

Redesenho de Atividades da Enfermagem para Redução de Erros de Medicação em Pediatria

Yamanaka TI, et al.
Rev Bras Enferm, Brasília 2007 mar-abr; 60(2):190-6.
Número: 2482 / Publicado em 27/06/2012 - 21:28

Neste estudo os pesquisadores enfatizaram que para reduzir os erros de medicação haveria a necessidade de promover medidas de educação e implementar ferramentas de gestão da assistência de enfermagem que permitissem desenvolver a prática e monitorar resultados.

Abrir arquivo em PDF

Pediatria - Prevenção e Controle de Infecção Hospitalar.

Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) .
Ministério da Saúde - Brasilia 2006.
Número: 1451 / Publicado em 22/06/2012 - 08:01

Infecção Hospitalar (IH) é o agravo de causa infecciosa adquirido pelo paciente após sua admissão em hospital. Pode manifestar-se durante a internação ou após a alta, desde que relacionado à internação ou a procedimentos hospitalares. Na faixa etária pediátrica, muitos pacientes são admitidos com processo infeccioso adquirido na comunidade – Infecção Comunitária. Contribui para isso o contato físico da criança com o ambiente e objetos contaminados; a convivência com familiares portadores de doenças infecciosas e a permanência cada vez mais acentuada em creches e escolas.

Abrir arquivo em PDF

Pediatria: Prevenção e Controle de Infecção Hospitalar.

ANVISA - Brasilia 2006.
Ministério da Saúde - Brasil.
Número: 1168 / Publicado em 23/06/2012 - 07:44

Infecção Hospitalar (IH) é o agravo de causa infecciosa adquirido pelo paciente após sua admissão em hospital. Pode manifestar-se durante a internação ou após a alta, desde que relacionado à internação ou a procedimentos hospitalares.

Abrir arquivo em PDF

Protocolos Clínicos - 009 - Protocolo de Intubação em Seqüência Rápida em Pediatria.

Carolina de Araújo Affonseca, Luís Fernando Andrade de Carvalho.
Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig) - 2010
Número: 1053 / Publicado em 17/03/2012 - 16:03

Sequência rápida de intubação (SRI) é uma técnica de intubação traqueal em situação de emergência que visa reduzir ao máximo os efeitos adversos do procedimento.

Abrir arquivo em PDF

Extravazamento de Drogas Antineoplásicas em Pediatria: Algoritmos para Prevenção, Tratamento e Seguimento.

Daniella Cristina Chanes, Carla Gonçalves Dias, Maria Gaby Rivero de Gutyérrez.
Revista Brasileira de Cancerologia 2008; 54(3): 263-273
Número: 1015 / Publicado em 23/06/2012 - 11:03

O extravasamento de drogas antineoplásicas é uma das complicações agudas mais severas relacionadas à administração endovenosa dessa modalidade de tratamento. A padronização dos cuidados de enfermagem, para a administração dessas drogas e intervenção nos casos de extravasamento, é uma importante medida para a segurança do paciente.

Abrir arquivo em PDF

Sinusite Bacteriana Aguda - Protocolo da Academia Americana de Pediatria.

Ellen Wald
IV Manual de Otorrinolaringologia Pediátrica da IAPO.
Número: 937 / Publicado em 19/06/2012 - 17:03

A Academia Americana de Pediatria estabeleceu uma diretriz para o diagnóstico e tratamento da Sinusite Bacteriana Aguda (SBA). O objetivo é encorajar o diagnóstico preciso da SBA, o uso adequado de procedimentos de imagem e o uso criterioso de antibióticos.

Abrir arquivo em PDF

Protocolo de Sinais e Sintomas em Pediatria.

Roberto Dias Duarte Jr.
Prefeitura Municipal de Campos dos Goytacazes
Número: 725 / Publicado em 19/06/2012 - 07:54

Esse Protocolo tem a finalidade de auxiliar a CONSULTA de ENFERMAGEM da EMERGÊNCIA.

Abrir arquivo em PDF

Footer - v1.3
Atualizado em
04/02/2016
Saude-Direta-Facebook Saude-Direta-LinkedIN Saude-Direta-Twitter