Profissionais: 5306
Prontuários: 188858

Esqueceu a senha? Cadastro da senha

Portal Saude Direta - Busca Palavra

BUSCA POR PALAVRA

POSTAGENS ANTERIORES

TAGS CLOUD

Protocolos - Algoritmos - Diretrizes - Fluxogramas

Baixar o Adobe Acrobat Reader
Para visualizar os conteúdos abaixo é necessário ter o Adobe Acrobat Reader instalado.

Advertência: Estes artigos e resumos são protegidos pela Lei de Direitos Autorais (Lei 9.610/98), sendo vedada a sua transcrição sem citação da fonte e a sua reprodução com finalidades comerciais sem autorização dos autores.

Avaliação de Formulações Tópicas Magistrais para o Tratamento da Acne

Camila Martins Montenegro; Sônia Carine Cova Costa; Carla Rodrigues Cardoso Branco
Rev Ciênc Farm Básica Apl., 2013;34(1):87-94
Número: 2887 / Publicado em 06/02/2015 - 12:05

A acne é uma afecção inflamatória que atinge 80% da população entre 11 e 30 anos de idade. A seleção do tratamento dependerá do tipo de pele e da gravidade da acne que o paciente apresenta, sendo as formulações tópicas magistrais as mais indicadas devido à vantagem de serem realizadas de acordo com as necessidades dos pacientes. O objetivo deste trabalho foi avaliar a composição das formulações tópicas para o tratamento da acne aviadas em cinco farmácias de manipulação da cidade de Feira de Santana - BA.

Abrir arquivo em PDF

Acne: Um Tratamento para cada Paciente

Fabiane Mulinari Brenner, Fernanda Manfron Batista Rosas, Guilherme Augusto Gadens, Martha Lenardt Sulzbach, Victor Gomide Carvalho, Vivian Tamashiro.
Rev. Ciênc. Méd., Campinas, 15(3):257-266, maio/jun., 2006
Número: 2447 / Publicado em 11/06/2012 - 22:42

O tratamento da acne pode ser tópico, sistêmico e até cirúrgico, quando predominam as cicatrizes, os cômedos e cistos. A escolha depende do grau de acometimento da pele, da tolerância e, no nosso meio, do poder aquisitivo dos pacientes.

Abrir arquivo em PDF

Avaliação e Tratamento do Doente com Acne – Parte II: Tratamento Tópico, Sistémico e Cirúrgico, Tratamento da Acne na Grávida, Algoritmo Terapêutico.

Portuguese Acne Advisory Board (PAAB)
Rev Port Clin Geral 2011;27:66-76
Número: 1827 / Publicado em 04/02/2012 - 21:20

Nesta Parte II discute-se a abordagem terapêutica – tópica e sistémica – em cada forma clínica de acne, dando particular ênfase aos retinóides e aos antimicrobianos, e salientam-se as estratégias a adoptar para limitar a crescente resistência bacteriana aos antibióticos. Referem-se as indicações específicas para terapêutica hormonal e analisam-se as particularidades do tratamento da acne na grávida e lactante. Descrevem-se algumas técnicas para correcção das cicatrizes da acne. Por último, publica-se um algoritmo que pretende ilustrar a classificação da acne e definir, para cada tipo clínico, a abordagem terapêutica consensualmente recomendada.

Abrir arquivo em PDF

Avaliação e Tratamento do Doente com Acne - Parte II: Tratamento Tópico, Sistémico e Cirúrgico, Tratamento da Acne na Grávida, Algoritmo Terapêutico.

Portuguese Acne Advisory Board - PAAB.
Rev Port Clin Geral. 2011;27:66-76.
Número: 1527 / Publicado em 18/03/2012 - 17:55

Nesta Parte II discute-se a abordagem terapêutica – tópica e sistémica – em cada forma clínica de acne, dando particular ênfase aos retinóides e aos antimicrobianos, e salientam-se as estratégias a adoptar para limitar a crescente resistência bacteriana aos antibióticos. Referem-se as indicações específicas para terapêutica hormonal e analisam-se as particularidades do tratamento da acne na grávida e lactante. Descrevem-se algumas técnicas para correcção das cicatrizes da acne. Por último, publica-se um algoritmo que pretende ilustrar a classificação da acne e definir, para cada tipo clínico, a abordagem terapêutica consensualmente recomendada.

Abrir arquivo em PDF

Avaliação e Tratamento do Doente com Acne - Parte I: Epidemiologia, Etiopatogenia, Clínica, Classificação, Impacto Psicossocial, Mitos e Realidades, Diagnóstico Diferencial e Estudos Complementares.

Portuguese Acne Advisory Board - PAAB.
Rev Port Clin Geral. 2011;27:59-65.
Número: 1526 / Publicado em 18/03/2012 - 17:56

Nesta Parte I, revêem-se os principais aspectos da clínica e da fisiopatogenia da acne à luz dos conhecimentos actuais. Discute-se a importância do impacto psicológico e social desta entidade e analisam-se os principais mitos e realidades com ela relacionados. Descrevem-se, sucintamente, as patologias mais relevantes no diagnóstico diferencial das lesões de acne. Enumeram-se as indicações para estudo hormonal, bem como os exames a efectuar nos doentes com esta patologia.

Abrir arquivo em PDF

Avaliação e Tratamento do Doente com Acne – Parte II: Tratamento Tópico, Sistémico e Cirúrgico, Tratamento da Acne na Grávida, Algoritmo Terapêutico.

Portuguese Acne Advisory Board.
Rev Port Clin Geral 2011;27:66-76
Número: 1453 / Publicado em 22/06/2012 - 07:54

Nesta Parte II discute-se a abordagem terapêutica – tópica e sistémica – em cada forma clínica de acne, dando particular ênfase aos retinóides e aos antimicrobianos, e salientam-se as estratégias a adoptar para limitar a crescente resistência bacteriana aos antibióticos. Referem-se as indicações específicas para terapêutica hormonal e analisam-se as particularidades do tratamento da acne na grávida e lactante. Descrevem-se algumas técnicas para correcção das cicatrizes da acne. Por último, publica-se um algoritmo que pretende ilustrar a classificação da acne e definir, para cada tipo clínico, a abordagem terapêutica consensualmente recomendada.

Abrir arquivo em PDF

Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas - Fluxograma de Tratamento da Acne.

Secretaria de Atenção à Saúde
Ministério da Saúde
Número: 1093 / Publicado em 23/06/2012 - 09:47

Uso da Isotretinoína.

Abrir arquivo em PDF

Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas - Acne Grave

Secretaria de Atenção à Saúde
Ministério da Saúde
Número: 194 / Publicado em 16/06/2012 - 20:45

A acne é uma dermatose extremamente comum na prática médica. Em recente levantamento epidemiológico realizado pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, a acne foi a causa mais freqüente de consultas ao dermatologista, correspondendo a 14% de todos os atendimentos. Outros estudos epidemiológicos mostram que 80% dos adolescentes e adultos jovens entre 11 e 30 anos irão sofrer de acne. Seu tratamento justifica-se pela possibilidade de evitar tanto lesões cutâneas permanentes quanto o aparecimento ou agravamento de transtornos psicológicos, oriundos do abalo à auto-estima ocasionado pelas lesões.

Abrir arquivo em PDF

Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas - Acne - Isotretinoína

Sandro Cadaval Gonçalves, Paulo D. Picon e Karine Medeiros Amaral
OPAS - Portaria SAS/MS nº 389, de 19 de setembro de 2001.
Número: 105 / Publicado em 18/09/2010 - 22:05

A acne vulgar ou juvenil é uma das dermatoses mais freqüentes. Seu tratamento justifica-se pela possibilidade de evitar tanto lesões cutâneas permanentes quanto o aparecimento ou agravamento de transtornos psicológicos, oriundos do abalo à auto-estima ocasionado pelas lesões, que freqüentemente acometem face e tronco.

Abrir arquivo em PDF

Footer - v1.3
Atualizado em
04/02/2016
Saude-Direta-Facebook Saude-Direta-LinkedIN Saude-Direta-Twitter